Famílias carentes de São Sebastião da Boa Vista aprendem a fazer hortas domésticas

O objetivo é garantir que as famílias possam trabalhar efetivamente com hortaliças, enriquecendo a própria alimentação e gerando renda com a venda

Da Redação
Agência Pará de Notícias
Atualizado em 03/09/2014 12:11:00

Vinte e cinco famílias da periferia de São Sebastião da Boa Vista, no Marajó, começam na tarde desta quarta-feira (3) a receber treinamento para instalar hortas domésticas das quais possam retirar alimentos e comercializar o excedente. O público é considerado abaixo da linha da pobreza, por ora sem atividade econômica relevante.

O curso de olericultura básica, promovido pelo escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e com a Prefeitura, seguirá até sexta-feira (5).

As aulas, que versarão sobre o aproveitamento agroecológico de quintais e sobre plantio suspenso em garrafas pet, serão realizadas na sede da Emater. Uma demonstração prática está prevista para a propriedade de uma das alunas. Cada participante receberá um kit de sementes de feijão, pepino e alface doado pela Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri). Também se pretende estimular o cultivo de coentro e cebolinha e o preparo de compostagem orgânica.  

A ideia é que, a partir da capacitação e com acompanhamento técnico da Emater, com possibilidade iminente de crédito rural, as famílias possam trabalhar efetivamente com hortaliças, enriquecendo a própria alimentação e gerando renda com a venda. “São Sebastião precisa importar hortaliças. Esse é um grande mercado para a agricultura familiar do município e um caminho para o desenvolvimento de um cinturão verde na zona periurbana”, aponta a chefe do escritório local da Emater, a técnica em agropecuária Bruna Paula Santos.

Aline Miranda
Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará

ASSUNTOS RELACIONADOS
LINKS IMPORTANTES

WEBMAIL AGÊNCIA •  WEBMAIL SECOM •  SGN.NET •  MIDIAIP
Site desenvolvido pela Diretoria de Comunicação Institucional da Secretaria de Estado de Comunicação - Governo do Pará.