Rodovia Perna Sul garante melhorias ao nordeste paraense

O projeto de pavimentação contou com a abertura de um traçado mais reto, o que encurtou a distância percorrida pelos motoristas em cinco quilômetros.

A entrega da via mudou as perspectivas de desenvolvimento da região, garantindo segurança e melhor trafegabilidade à população que dela depende.

Fruto de um investimento de R$ 46,5 milhões do Governo do Estado do Pará, a nova rodovia interliga a Alça Viária à PA-252, chegando até o município de Mãe do Rio

Da Redação
Agência Pará de Notícias
Atualizado em 14/12/2013 17:21:00

Uma estrada vicinal estreita, de piçarra, com curvas perigosas, sem sinalização e muitas pontes de madeira deterioradas pelo tempo. Esta já foi a descrição da Rodovia Perna Sul, localizada na Alça Viária, responsável por interligar a Região Metropolitana de Belém (RMB) a municípios como Acará, Concórdia do Pará, Bujaru, Santa Maria do Pará e Tomé-Açu, no nordeste do Estado. O quadro mudou quando, este ano, a via foi entregue à população após receber um investimento de R$ 46,5 milhões do Governo do Estado do Pará, o que mudou as perspectivas de desenvolvimento da região, transformando asfalto em segurança e melhor trafegabilidade aos paraenses que dela dependem.

Anderson Silva, motorista de ônibus de uma empresa privada de transporte, que trafegava pela Perna Sul vindo do município de Tomé-Açu, na manhã deste sábado, 14, declarou-se satisfeito com as melhorias na infraestrutura da via. “Trabalho nesta empresa transportando pessoas há mais de sete anos e sentimos bastante as mudanças na estrada. Antes, levávamos quase sete horas de Belém a Tomé-Açu, mas agora varia entre três horas e meia e quatro horas, praticamente a metade do tempo. Aqui ocorriam muitos acidentes e assaltos, além de oferecer risco pelas muitas ladeiras e abismos. Agora a estrada é reta, plana, e nossa trabalho melhorou pra 100%”, enfatiza.

A universitária Cleice Ferreira, de 28 anos, uma das passageiras do ônibus dirigido por Anderson, também demonstrou satisfação pela nova rodovia, já que depende dela para se deslocar a outro município, onde trabalha. “Moro em Belém, mas sou encarregada do departamento pessoal de uma empresa em Tomé-Açu. Aos finais de semana me desloco para a capital e sempre utilizo essa via, por ser a mais rápida. Antes da construção, fazer este trajeto era muito dificultoso e demorado, pois a estrada era esburacada. Agora a gente chega mais rápido e com mais segurança em Belém”, conta.

Com 34 quilômetros de extensão e executado pela Secretaria de Estado de Transportes do Pará (Setran), o projeto de pavimentação da Perna Sul contou com a abertura de um traçado mais reto, o que encurtou a distância percorrida pelos motoristas em cinco quilômetros. Agora, a rodovia possui 10 metros de largura, com um metro e meio de acostamento, terraplanagem, asfalto mais adequado às necessidades da região, sinalização vertical e horizontal com aplicação de taxas refletivas nos bordos e no eixo da pista e jardinagem nas rotatórias dos entroncamentos.

A nova Perna Sul também representa progresso aos motoristas que dependem dela para transportar mercadoria entre municípios ou escoar sua própria produção. É o que conta Nildo Soares, de 37 anos, caminhoneiro há dez anos, que trabalha na entrega de frangos vivos em toda a região. “Essas mudanças refletiram principalmente no cumprimento dos nossos horários, já que temos prazo para entregar mercadoria. Com a velha estrada nós perdíamos muitas horas desviando de buracos ou até mesmo atolando, no período de chuvas. Agora esse novo asfalto facilitou muito o nosso trabalho e nos dá mais segurança, inclusive para trafegar à noite, quando os motoristas estão mais expostos a assaltos”, explica.

O investimento do Governo do Pará na Rodovia Perna Sul resultou na melhoria do tráfego na região, que ficou mais seguro e rápido ao interligar a Alça Viária à PA-252, chegando até o município de Mãe do Rio. Uma das partes integrantes do projeto foi a construção de uma ponte em aço e concreto sobre o Rio Itapecuru, com 57 metros de extensão e 10 de largura, em total conformidade de altura, levando em consideração os períodos chuvosos e não chuvosos da Amazônia, de maneira a garantir a  navegabilidade de embarcações.

Para a comerciante Ana Rodrigues, de 44 anos, moradora de um povoado próximo à ponte do Itapecuru, a construção da rodovia não proporcionou apenas melhorias de trafegabilidade no trecho, mas também reduziu a distância dos moradores que vivem ao longo da estrada com a capital. “Aqui era muita lama, muita piçarra. Pra chegar na cidade de Acará era um sacrifício e pra Belém a gente só ia de barco. Agora o povo já consegue sair daqui seis horas da manhã, resolver seus problemas na capital e retornar no fim da tarde. Outra mudança importante foi a facilidade de ambulâncias chegarem mais rápido pra socorrer quem necessita de atendimento. O transporte escolar também facilitou a vida dos alunos, encurtando a distância entre suas casas e as escolas. Nós, que trabalhamos aqui e dependemos dessa rodovia, estamos muito satisfeitos com esse investimento do Governo do Estado”, declarou.

 

Raio-X da obra:

Início da obra: Agosto de 2009

Previsão de conclusão: Março de 2013

Conclusão e entrega: Junho de 2013

Valor global investido: R$ 46,5 milhões 

Empresa responsável: Delta

Secretaria responsável: Secretaria de Estado de Transportes do Pará (Setran)

Órgão beneficiado: Secretaria de Estado de Transportes do Pará (Setran)

Nil Muniz
Secretaria de Estado de Comunicação

TAGS
ASSUNTOS RELACIONADOS
  • Transporte
    22/10/2014 | 20:48
    Setran avança na etapa final de reconstrução da ponte sobre o Rio Moju
  • Produção
    22/10/2014 | 19:33
    Pará vai receber material para incremento da produção de citrus
  • Outubro Rosa
    22/10/2014 | 14:50
    Hospital de Tailândia reforça ações de prevenção ao câncer de mama
  • Economia
    22/10/2014 | 17:53
    Polo Joalheiro do Pará servirá de modelo para projeto da Martinica
LINKS IMPORTANTES

WEBMAIL AGÊNCIA •  WEBMAIL SECOM •  SGN.NET •  MIDIAIP
Site desenvolvido pela Diretoria de Comunicação Institucional da Secretaria de Estado de Comunicação - Governo do Pará.