Ministra da Cultura será homenageada com joia que traz o simbolismo da cultura parense

Denominados “Remo”, os brincos em ouro 18 quilates com gema mineral quartzo hialino são representativos do trabalho artesanal do Polo Joalheiro, criada pela designer Joseli Limão

Da Redação
Agência Pará de Notícias
Atualizado em 09/01/2014 13:22:00

Uma joia em ouro criada por profissionais do Programa Polo Joalheiro do Pará e que enfatiza a arte marajoara será ofertada à ministra da Cultura, Marta Suplicy, que inaugura a Incubadora Pará Criativo nesta quinta-feira, 9, a partir das 14h, na sede do Instituto de Artes do Pará (IAP), em Belém. O evento marca a abertura da primeira da Rede de Incubadoras Brasil Criativo, principal programa da Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura (SEC/MinC).

Denominados “Remo”, os brincos em ouro 18 quilates com gema mineral quartzo hialino são representativos do trabalho artesanal do Polo Joalheiro, programa de economia criativa, desenvolvido pelo Espaço São José Liberto e mantido pelo Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom) e do Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama).

A joia é uma criação da designer Joseli Limão, com ourivesaria da empresa Danatureza e lapidação diferenciada desenvolvida por Leila Salame e denominada “grafismo marajoara”, em que a lapidária paraense transporta para as gemas a geometria da cultura marajoara.

O trabalho inovador rendeu à Leila Salame um lugar no Manual de Lapidação Diferenciada de Gemas, publicado pelo Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM), Sebrae Nacional e governo federal, e organizado pelo designer de joias Adriano Mol, que atestou que o domínio técnico é graciosamente aplicado em conjunto com o riquíssimo acervo gráfico marajoara, configurando o trabalho da lapidária como um dos mais expressivos na área da lapidação diferenciada no Brasil. Do Manual consta o pingente “Remo”, da mesma coleção dos brincos ofertados para a ministra.

O design e a lapidação dos brincos “Remo” homenageiam a riqueza cultural do Pará, através dos traços simétricos e harmoniosos da tradicional cerâmica marajoara, criada pelos povos que viviam concentrados às margens do Lago Arari, localizado no Arquipélago do Marajó, no estado do Pará.

Pará Criativo -  Além da ministra Marta Suplicy, participam da cerimônia o governador Simão Jatene e o prefeito Zenaldo Coutinho, além de autoridades e representantes da cultura  paraense. A incubadora pretende estimular a vocação regional de empreendimentos de setores criativos diversos, como música, teatro, literatura, dança, gastronomia, joias e design, entre outros. Com grandes investimentos na área, além de Belém, mais 12 capitais vão receber incubadoras.

O Instituto de Artes do Pará fica na Praça Justo Chermont, 236, bairro de Nazaré, em Belém.

Luciane Fiuza
São José Liberto

TAGS
ASSUNTOS RELACIONADOS
  • Turismo
    22/10/2014 | 16:04
    Historiadora portuguesa participa de seminário sobre gastronomia luso-paraense
  • Cultura
    22/10/2014 | 12:07
    Reunião discute diretrizes sobre oficinas de produção cinematográfica
  • Debate
    22/10/2014 | 12:02
    Cineclube apresenta ‘Eram os Deuses Astronautas?’
  • Cultura
    21/10/2014 | 17:36
    Grupo Mistura Brasileira se apresenta na Estação nesta sexta-feira
LINKS IMPORTANTES

WEBMAIL AGÊNCIA •  WEBMAIL SECOM •  SGN.NET •  MIDIAIP
Site desenvolvido pela Diretoria de Comunicação Institucional da Secretaria de Estado de Comunicação - Governo do Pará.