Operação encerra atividades de casas de shows na orla da praia do Atalaia

21/07/2019 10h38 - Atualizada em 22/07/2019 11h55
Por Walrimar Santos (PC)

Uma ação de combate à perturbação do sossego público e ao funcionamento irregular de estabelecimentos de diversão pública resultou na fiscalização de seis casas de shows e no fechamento de três delas por irregularidades. O trabalho policial foi realizado entre a noite do sábado (20) e a madrugada do domingo (21). Os locais ficam situados às margens da praia do Atalaia, uma das principais e mais frequentadas praias do Pará, em Salinópolis, no nordeste do Estado.

A ação policial faz parte da "Operação Verão com Segurança", realizada ao longo do mês de julho para garantir a tranquilidade e segurança dos turistas e moradores da cidade durante o período das férias escolares.

As ações de segurança pública são realizadas de forma integrada pelas forças policiais em conjunto com o Detran, Corpo de Bombeiros Militar e Grupamento Aéreo de Segurança (Graesp). Desde o início da operação, ainda no último final de semana de junho, mais de 230 estabelecimentos foram fiscalizados pela DPA (Divisão de Polícia Administrativa) em todo município. As ações policiais irão se estender até o primeiro final de semana de agosto.

Um dos três estabelecimentos fechados, denominado Zin, foi o local onde a Polícia efetuou três prisões em flagrante, na madrugada de sábado (20), por tráfico de drogas sintéticas. Foram presos o advogado Adrian Willian Cascaes Campelo; Arthur Luís Gaia Pantoja e Higor Tohany Pinheiro Silva. Ainda na noite de sábado, foi fechada a casa de shows Paradise, por irregulares em sua regularização para funcionamento. Já durante a madrugada deste domingo, foi fechada outra casa de eventos, na praia do Atalaia por realizar festa fora do horário permitido em licença emitida pelo órgão municipal de meio ambiente.

O local tem licença para funcionar de 18 horas até 0h, porém, ate às 5h30 a festa aconteceu. Os proprietários desse e do outro estabelecimento fiscalizado foram notificados à comparecer na DPA para regularizar a situação. Enquanto isso, os dois permanecerão com as atividades suspensas.

Coordenada pelo delegado Augusto Damasceno, responsável pelas ações da Operação Verão com Segurança, da Polícia Civil, o trabalho de fiscalização dos eventos na orla da praia do Atalaia contou com cerca de 40 policiais civis, de unidades policiais enviadas para reforçar o policiamento no município no mês de julho como a Divisão Especializada em Meio-Ambiente (Dema); Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV) e a Superintendência Regional de Capanema. A ação policial foi acompanhada ainda por policiais civis da Divisão de Crimes Funcionais (DCrif) e da Corregedoria-Geral da Polícia Civil.

PROCEDIMENTOS - O sábado (20) e a madrugada deste domingo (21) foram movimentados na Delegacia de Salinópolis. Ao todo, foram contabilizadas 13 prisões em flagrante nesse período. Nove delas por crime de alcoolemia (dirigir veículo automotor sob efeito de bebida alcoólica) e outras quatro prisões por tráfico de drogas.

As ações de prevenção e combate ao crime contam com a atuação de policiais militares que promovem ações de patrulhamento com motos e veículos por todo município, além da atuação do Batalhão de Policiamento Rodoviário (BPRv), responsável pelo patrulhamento tático nas rodovias estaduais, que têm atuado de forma estratégica para garantir a tranquilidade no município durante as férias escolares.