"Eu, depois de ti" encerra após encantar visitantes no São José Liberto

05/08/2019 18h00 - Atualizada em 07/08/2019 22h59
Por Adrielle Sousa (HMIB)

A exposição "Eu, depois de ti", realizada pelo Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan (HMIB), em parceria com o fotógrafo Otávio Henriques, encerrou no domingo (4), após duas semanas de portas abertas. O evento, que aconteceu no espaço São José Liberto, em Belém, contou com a visita de autoridades, fotógrafos, profissionais da saúde, visitantes de outros estados e apreciadores de arte e cultura que puderam prestigiar fotografias que revelam momentos de cumplicidade e amor entre mãe e filhos que nasceram no HMIB.

Para os visitantes, a emoção ao observar as fotos expostas é grande. Julieta Nascimento, que já tinha acompanhado a abertura da exposição e voltou para revê-la, relata o sentimento. "Eu e meu esposo demos uma volta ao tempo ao ver essas mães e seus filhos. E é impossível você não se emocionar e se ver nesse papel familiar. Vendo sorrisos e crianças, o carinho e atenção, você entende a importância da saúde na vida deles", disse.

Ótavio Ferreira, esposo de Julieta, percebe a importância que uma maternidade como o HMIB tem na vida dessas mulheres. "Estas pessoas teriam que vir a Belém para ter os filhos. Atravessar o rio, passar horas em viagem e, pelas imagens, você percebe a condição social dessas mães. E aí você entende, de forma poética, mas real, como é imprescindível que uma unidade ofereça esse atendimento. Agora, elas podem ter essa assistência e isso é muito bom", completa Otávio.

No último domingo (4), a exposição ainda fez parte do projeto Circular – uma iniciativa que visa a necessidade de revalorizar o centro histórico de Belém e que organiza atividades culturais em estabelecimentos e praças, mobilizando processos educativos para jovens e adultos. Para muitas pessoas, o sentimento de valorização memórias e de revisita ao passado, promovidas pelo Projeto, foi o mesmo vivido pelo assistente social Igor Leonard Cruz, do Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo.

Hoje, na função de Supervisor de equipe multiprofissional, Igor visitou a exposição "Eu, depois de ti" em uma caravana organizada pelo hospital, que é referência no tratamento do câncer infanto-juvenil no Pará. Entre uma foto e outra, ele lembrou com alegria das experiências profissionais vividas antes de chegar ao Oncológico Infantil. "Vi muitas famílias como essas quando trabalhei no Marajó. As casas de madeira na beira de rios, as crianças nas redes, tudo isso fazia parte do meu dia a dia antes de vir para o Oncológico. Poder ver essas fotos me trouxe boas lembranças do que vivi como profissional até aqui", conta Igor.

Sobre o Materno Infantil de Barcarena

Inaugurado no dia 21 de setembro de 2018, o Hospital Materno-Infantil de Barcarena Dra. Anna Turan está localizado na cidade de Barcarena, no Pará, 114 km distante da capital Belém. É uma unidade hospitalar pública que atende média e alta complexidades.

O público-alvo são mulheres gestantes e recém-nascidos que se enquadram nos critérios de admissão na unidade, bem como gestações de médio e alto risco referenciada e recém nascidos de até 2,5 kg ou 40 semanas pós concepção. Sua abrangência inclui 11 municípios do Baixo Tocantins: Abaetetuba, Barcarena, Igarapé-Miri, Moju, Baião, Cametá, Limoeiro do Ajuru, Mocajuba, Acará, Ponta de Pedras e Oeiras do Pará.