Prêmio de Jornalismo em Turismo estimula divulgação das potencialidades do Pará

08/08/2019 18h41 - Atualizada em 09/08/2019 13h07
Por Israel Pegado (SETUR)

Com a presença de autoridades públicas e jornalistas de outros estados foi lançado o V Prêmio de Jornalismo em Turismo "Comendador Marques dos Reis", na noite desta quarta-feira (7), no Centro de Cultura e Turismo Sesc Ver-o-Peso, em Belém. Entre as autoridades presentes estavam a secretária de Estado de Cultura, Úrsula Vidal, e o secretário de Estado de Turismo, André Dias, além do presidente da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo (Abrajet) de Tocantins, o jornalista Luís Pires. A premiação é promovida pela Abrajet Pará, em parceria com o Governo do Estado. A noite de lançamento contou ainda com a degustação de pratos preparados pela equipe do chef de cozinha, Herlander Andrade. A atração cultural ficou por conta dos professores do projeto Casa da Música do Sesc.

Estado e Abrajet Pará promovem mais uma edição do Prêmio de Jornalismo em TurismoOs jornalistas concorrentes podem se inscrever nas categorias: jornalismo impresso, online, telejornalismo, radiojornalismo e fotojornalismo, nos sites www.abrajetpara.com.br ou www.encomtur2019.com.br, onde também tem acesso ao regulamento. O valor da premiação para as melhores reportagens de cada categoria é de R$ 12 mil para os melhores trabalhos de cada categoria profissional. São válidas publicações de 1º de julho de 2018 a 31 de outubro de 2019.

O secretário de Estado de Turismo do Pará, André Dias, explica que o prêmio “é essencial para que a gente possa, cada vez mais, estimular a criatividade, a forma e a qualidade da exposição e da comunicação turística, tanto para o paraense como para o mercado nacional e internacional destacando as atratividades da nossa gastronomia, religiosidade, natureza, entre outros”, pontuou.

Para André Dias, o prêmio vai estimular a produção jornalística de forma criativa, despertando atratividade do estado para o turista. “A Setur tem várias ações em andamento que envolvem 14 regiões do estado. Estamos usando como base um plano que será desenvolvido ao longo desses três anos e contempla uma série de ações de capacitação, melhoria da infraestrutura, da promoção e ordenamento dos prestadores de serviço”, detalhou.

A secretária de Cultura, jornalista Úrsula Vidal, destacou a importância da atividade turística para a economia do estado. “O Pará está pronto para recepcionar os turistas com suas belezas naturais. Os jornalistas precisam estar atentos para saber como comunicar toda essa potencialidade que é um dos objetivos do prêmio”, destacou, informando que a Secult será uma das parceiras da Abrajet-Pará nesse sentido.

“A partir do momento que você estimula o jornalista a produzir dentro da mídia especializada, você proporciona que mais pessoas conheçam os atrativos. Esse é um caminho muito importante para fortalecer o turismo”, pontuou o jornalista Luis Pires, presidente da Abrajet de Tocantins.

A presidente da Abrajet-Pará, Christina Hayne, falou da importância da divulgação jornalística segmentada, como é o caso do prêmio "Comendador Marques dos Reis" e também da interação pelas mídias sociais. “Nesta edição, serão premiados os internautas que tiverem imagens publicadas, entre 10 de julho a 31 de outubro de 2019, com a hashtag: #premiodejornalismoemturismo, no Instagram, Facebook ou Twitter. O prêmio para essa categoria serão três pacotes turísticos para o Arquipélago do Marajó”, informou Hayne.

Entre os presentes, estavam o presidente do Sistema Fecomércio Pará, Sebastião Campos, a deputada estadual Paula Gomes, da Frente Parlamentar de Turismo; presidente da ABAV-PA, Joacyr Rocha; presidente do Sindicato de Guias de Turismo do Pará (Singtur), Rosangela Martins, Secretário de Turismo de Salinópolis, Júlio César Vieira; presidente do Conselho Municipal de Turismo de Parauapebas, Aglaudene Sarmento e a coordenadora-adjunta da Companhia de Turismo de Belém (Belemtur), Ana Maria Santiago.

Campanha - O Estado do Pará foi escolhido como piloto da campanha de combate à exploração de turismo sexual, que será estendida para todo país, por meio das Associações Brasileiras de Jornalistas de Turismo (Abrajet). O anúncio foi feito pelo presidente da Abrajet Nacional, Evandro Novak. Denominada “Exploração sexual de crianças e adolescentes não é turismo. É crime”, a campanha é encabeçada pela Associação Federativa de Executivas de Empresas Turísticas – Afeet Brasil que é ligada à Fiaseet - Federação Internacional de Associações de Executivas de Empresas Turísticas.

De acordo com Evandro Novak, a Abrajet-Pará, será responsável para dar o ‘pontapé’ da campanha que se estenderá para todo o Brasil. “O Pará, como outros estados do Brasil, enfrenta esse tipo de problema, mas a Abrajet-Pará, com o nosso apoio e das demais lideranças do trade turístico, envolvendo seus associados e a imprensa local, será responsável por difundir a campanha”, informou.