Comunidade do Jurunas recebe 29º escola entregue pelo governo do Estado

Unidade foi ampliada e reconstruída para melhor atender aos alunos, pais, professores, diretores e técnicos

06/02/2020 13h01 - Atualizada em 07/02/2020 11h18
Por Dayane Baía (SECOM)

A Escola Estadual Arthur Porto foi entregue, nesta quinta-feira (6), para a comunidade do bairro do Jurunas, em Belém. A unidade de ensino foi a primeira entregue em 2020 pelo governo do Estado, após ser ampliada e reconstruída para melhor atender aos alunos, pais, professores, diretores e técnicos.

"Nesta semana, já serão duas escolas e faremos, dentro deste cronograma, a garantia para que novas unidades reconstruídas possam estar sendo entregues para a comunidade, além de reformas que permitam um melhor ambiente. A valorização da educação, desde o professor ao processo pedagógico e a infraestrutura escolar, estão dentro do nosso plano estratégico para fazer com que a educação pública desse Estado seja de referência e de qualidade pra nossa gente" - Helder Barbalho, governador.

Com investimento de mais de R$ 2,8 milhões, financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a obra contemplou cerca de 50 espaços, entre eles, áreas pedagógicas, de convivência e secretaria. Os serviços vão beneficiar cerca de 850 alunos dos Ensinos Fundamental e Médio, educação especial e educação de jovens e adultos (EJA).

Para a diretora da unidade, Samira Alexandrino, o sentimento é de felicidade. "Estamos recebendo um prédio totalmente renovado, equipado com o laboratório multidisciplinar, sala de leitura, onde os alunos vão poder desfrutar desse espaço fantástico. Nós aguardamos essa reforma há 12 anos, que começou em dezembro de 2017 e está se concluindo hoje. A presença do governador é grandiosa e reforça o sentimento de pertencimento, de felicidade em estar recebendo, e o compromisso que ele tem com essa comunidade do Jurunas", afirmou.

Com a reconstrução, os alunos passam a contar com uma escola moderna, equipada e adaptada para oferecer para os alunos uma melhor aprendizagem. A unidade possui agora 18 salas, bicicletário e quadra de esporte. O bloco administrativo ganhou secretaria, arquivo, sala dos professores, diretoria, vice-diretoria e banheiros convencionais.

Caline Oliveira estuda no 6º ano do Ensino Fundamental e está muito feliz. "A gente pode ter um ensino de qualidade bem melhor. Antes, a pintura era ruim, não tinha esse material todo, as cadeiras estavam muito quebradas. O espaço que mais gostei foi o laboratório porque assim a gente vai poder mexer em químicas, olhar no microscópio e muitas coisas ainda", afirmou a estudante que pretende ser juíza no futuro.

O bloco de vivência conta com uma área de recreio coberto, cozinha, sala de triagem, área de lavagem de panelas, despensa, área de serviço, depósito de lixo, depósito de gás e banheiros convencionais.

O bloco pedagógico 1 agora possui as seguintes benfeitorias: laboratório multiuso, laboratório de informática e sala de vídeo. Já o bloco pedagógico 3 conta com sala de leitura, sala para o Mundiar, banheiros convencionais e banheiros para pessoas com deficiências (PcD).

Em 2019, o governo do Estado entregou 27 escolas reconstruídas e ampliadas na rede estadual.

Com informações de William Serique.