Emater elabora cartilha sobre como fazer horta em casa

Em tempo de isolamento social, modalidade de plantio garante segurança alimentar, além de servir como terapia

30/03/2020 12h05 - Atualizada em 30/03/2020 12h29
Por Rodrigo Reis (EMATER)

Nos últimos anos, o hábito de cultivar horta em casa cresceu e está se popularizando no Brasil. No Pará, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) apoia diversas iniciativas de comunidades e instituições de resgate desta modalidade de plantio. E neste período de isolamento social de combate ao novo coronavírus, a Emater elaborou uma cartilha completa de como fazer uma horta em casa, que além de se constituir como um item de segurança alimentar para as famílias, serve também como terapia.

As hortaliças podem ser cultivadas em varandas, áreas de serviço, calçadas e quintais. O importante é se organizar e seguir alguns critérios básicos como: espaço com boa luminosidade, arejado, de fácil acesso, próximo de alguma fonte de água e que não permita encharcamento do solo. Outra dica é evitar que muitas pessoas circulem pelo local para evitar acidentes domésticos.

Para o engenheiro agrônomo da Emater, Valdeides Lima, a preferência é por culturas do grupo das folhosas, já que se adaptam melhor ao estilo de cultivo em vasos e jardineiras, além de serem utilizados como temperos regionais, sendo as mais comuns o coentro ou cheiro-verde, cebolinha, alface, couve e chicória. 

“Além de servir para fins terapêuticos, o cultivo de hortaliças em casa proporciona segurança alimentar a família, já que vão consumir alimentos saudáveis. A cartilha é completa e aborda sobre espaço, adubo, culturas, preparo e colheita" - Valdeides Lima, engenheiro agrônomo da Emater e mestre em irrigação.

O profissional acrescenta, ainda, uma prática que deve ser adotada, que é o reaproveitamento de recipientes que seriam descartados e que podem proporcionar um bom local de desenvolvimento às plantas: os baldes de tintas, vasilhas de manteiga, garrafas pets, caixotes, estruturas de tábuas, tubos PVC, entre outros. 

“É importante também escolher um bom adubo para o plantio. Com isso, basta ter a iniciativa de começar, de aproveitar o tempo livre e se dedicar a construção da horta e seguir os passos corretamente”. 

Ainda de acordo com Lima, “o cultivo de horta contribui efetivamente na qualidade de vida das pessoas que precisam de uma atividade de ocupação para o dia a dia, principalmente neste período de isolamento social em que a sociedade está vivendo”, acrescenta Valdeides Lima.

Acesse aqui a cartilha da Emater sobre horta em casa.

Serviço: 

A Emater disponibilizou um número para atender demandas de extensionistas e tirar dúvidas de produtores rurais nesse período de combate ao novo coronavírus. Com o novo número, o produtor rural pode tirar qualquer dúvida sobre os serviços oferecidos pela Emater em seu município, sem precisar sair de casa. As mensagens devem ser enviadas para (91) 98883-9430 e serão respondidas pela equipe técnica.