Segup oferece atendimento médico aos agentes de segurança do interior do Estado

28/05/2020 16h45 - Atualizada em 28/05/2020 17h04
Por Walena Lopes (SEGUP)

Com o objetivo de prestar atendimento a saúde e prevenção aos agentes de segurança, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado (Segup) iniciou, na manhã desta quinta-feira (28), no município de Abaetetuba, ações específicas voltadas para os servidores que atuam no interior do Estado na linha de frente ao enfrentamento da Covid-19 no Pará.

Por meio da Diretoria de prevenção da Segup (Diprev), estão sendo disponibilizados mais de mil testes rápidos para os agentes de cinco regiões polo do interior. Ao todo 20 municípios contarão com apoio de uma equipe formada por médicos, enfermeiros, técnicos e agentes de segurança. Os teste serão  utilizados entre o 7º e o 10º dia de sintomas, como febre, tosse, dor no corpo, cansaço ou dificuldade para respirar. 

“Foi montado um grupo com representantes da saúde de cada órgão do sistema, entre eles das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Detran, Centro de Perícia Científica Renato Chaves e Seap. Esse grupo fez um levantamento da condição de saúde dos servidores que estão nas áreas onde o vírus avança no interior para que pudéssemos montar uma equipe e fazer a logística de atendimento e apoio”, falou o diretor de prevenção da Segup, Cel. Jorge Aragão. 

Serão viabilizadas também, vacinas contra a Influenza para a imunização dos agentes, kits com medicamentos destinados ao tratamento da Covid-19, e ainda, Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) como máscaras, luvas, álcool etílico 70º, álcool em gel 70º, óculos de proteção, aventais e macacão de proteção. 

As medidas de prevenção e resguardo dos agentes do interior serão as mesmas que foram destinadas aos agentes que atuam na Região Metropolitana do Estado, ressaltou o secretário de Segurança Pública do Estado, Ualame Machado.

“Nós prestamos assistência aos servidores da segurança pública em toda a região metropolitana, mas também estendemos essas ações para os interiores do Pará, conforme planejamento prévio quanto ao perigo de contágio que agora aumenta cada vez mais no interior. Estamos iniciando o projeto pelo município de Abaetetuba e, em seguida, iremos para Capanema, ampliando para várias regionais. O atendimento é exclusivo a esses servidores feito pelo quadro de saúde dos órgãos de segurança em parceria, e coordenados pela Segup para que possamos atingir todo o nosso efetivo. Os que necessitarem serão medicados e contarão com assistência médica”, finalizou o titular da Segup.