Ação policial em Moju prende três pessoas acusadas de roubo a banco

Suspeitos teriam envolvimento em ações criminosas contra agências bancárias, modalidade conhecida como 'novo cangaço'

29/05/2020 18h56 - Atualizada em 29/05/2020 19h41
Por Cristiani Souza (PC)

Um casal foi preso, nesta sexta-feira (29), em Moju, acusado de planejar um assalto a banco no município. Eles foram abordados em uma casa pelas equipes da Polícia Civil e Militar, após denúncia. No local, foi encontrada grande quantidade de “miguelitos”, grampos de ferro utilizados para furar pneus.

O homem se identificou como João Antônio Aquino, mas seu nome verdadeiro seria Júlio do Nascimento, conhecido como "Tio". Contra ele existem diversos mandados de prisão em decorrência de ações criminosas contra agências bancárias, conhecidas como “novo cangaço”. 

Armamentos, coletes balísticos e explosivos foram apreendidosJúlio e a esposa Dheciane Martins Bogea confessaram o planejamento do crime e indicaram aos policiais civis a propriedade rural utilizada pela quadrilha, localizada na zona rural do município de São Domingos do Capim. No local, foram encontrados armamentos, coletes balísticos e explosivos. Na propriedade, foi preso um homem que inicialmente se identificou com o documento de Roberto Alves Nogueira, mas posteriormente foi reconhecido como sendo Aclébio Pereira da Silva, foragido do estado do Mato Grosso do Sul.

Contra Júlio já haviam quatro mandados de prisão expedidos pelas comarcas dos municípios de São Domingos do Capim, Bonito, Ipixuna do Pará. Dheciane também já tinha uma mandado de prisão expedido pela comarca de São Domingos do Capim. Já contra Aclebio, os agentes de segurança cumpriram o mandado de recaptura da Vara de Execuções Penais de Campo Grande/MS. 

Os acusados foram autuados em flagrante e se encontram à disposição da Justiça.