Hospital Regional da Transamazônica retoma especialidades a partir desta segunda (10)

09/08/2020 18h12 - Atualizada em 09/08/2020 18h41
Por Caroliny Pinho (SESPA)

O Hospital Regional Público da Transamazônica (HRPT), localizado em Altamira, no sudoeste do Pará, inicia nesta segunda-feira (10) a retomada gradual das especialidades. O retorno será conforme as demandas que já existem na região. Inicialmente, voltam os atendimentos de cardiologia, ortopedia e neurologia. As demais dependerão dos critérios de avaliação e segurança do hospital.

“Em breve, assim que os casos de Covid-19 na região do Xingu estiverem em queda ainda maior, iremos aumentando as demais especialidades”, explica o diretor regional da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Maurício Nascimento. Além de Altamira, o hospital atende os municípios de Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Pacajá, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu. Para reforçar a segurança de pacientes, acompanhantes e profissionais da saúde, foi instalada uma estrutura externa de acolhimento e triagem dos pacientes dos serviços ambulatoriais.

Com a implantação do hospital de campanha em Altamira e a diminuição dos casos do novo coronavírus na região, está sendo possível retornar o atendimento gradual e atender uma demanda que estava reprimida. O HRPT vai receber apenas os casos de Covid-19 que necessitarem de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). No total, os 20 leitos destinados à Covid-19 serão mantidos por tempo indeterminado ou até que não haja solicitação de internação pela doença.

Atualmente, o HRPT conta com 109 leitos, dos quais 12 são de pronto-atendimento, cinco de UTI neonatal, cinco de UTI Pediátrica, cinco de UTI Adulto, quatro leitos de unidades de cuidados intermediários neonatais, 32 leitos de clínica cirúrgica, seis leitos de clínica de obstetrícia, 21 de clínica médica e 15 leitos de clínica pediátrica. 

Entre as medidas de segurança tomadas pelo HRPT está a liberação de apenas um acompanhante por paciente, com exceções permitidas pela legislação. “Recomendamos ainda que as pessoas tenham todo o cuidado usando máscaras, mantendo o distanciamento social adequado e que tenham toda a prevenção quando estiverem indo para as consultas no HRPT para evitar o contágio pelo novo coronavírus”, reforça o diretor.

O Hospital Regional Público da Transamazônica faz atendimento especializado de 20 modalidades médicas. São elas: neurologia, gastroenterologia, infectologia, urologia, traumatologia, pneumologia, ginecologia, cardiologia, pediatria, médica, cirurgia geral, nefrologia, otorrinolaringologia, endocrinologia, mastologia, cirurgia pediátrica, cirurgia vascular, oncologia, reumatologia e hematologia. A capacidade mensal é de 2.036 atendimentos. Os exames do Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico do hospital têm capacidade para fazer 10.305 atendimentos mensais e estão distribuídos em 17 modalidades.