Cosanpa avança nas obras de saneamento básico retomadas pelo governo do Estado

As obras garantem mais saúde e qualidade de vida para a população paraense

27/08/2020 12h39 - Atualizada em 27/08/2020 13h46
Por Giovanna Abreu (SECOM)

A Cosanpa está com obras em 53 municípios paraensesO governo do Estado está investindo mais de um bilhão de reais em obras de saneamento básico por todo o Pará. Ao assumir a nova gestão, no início de 2019, a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) identificou 13 obras fundamentais paralisadas há mais de 12 meses. Todos os projetos, que envolvem tratamento de esgoto sanitário e abastecimento de água de municípios paraenses, já foram retomados pela Cosanpa e seguem em andamento. 

“São obras muito importantes para o Estado, porque o saneamento básico é diretamente relacionado à saúde da população, que, sem dúvidas, é o principal benefício desses projetos. Sem o tratamento de esgoto adequado e com o consumo de água de má qualidade, várias doenças podem ser ocasionadas”, afirma o engenheiro da Cosanpa, Paul Simons.

A Cosanpa opera, atualmente, em 53 municípios paraenses e busca, cada vez mais, realizar novas concessões com outras prefeituras do Estado, com o objetivo de implantar a nova sistemática da Companhia em todos os municípios paraenses. 

Estação de Tratamento de Esgoto Una 

Desde 2016, a obra de implantação da Estação de Tratamento de Esgoto (ETA) Una, estava paralisada, na avenida Arthur Bernardes, em Belém. As atividades foram retomadas em novembro de 2019 pela Cosanpa e seguem avançando. A obra vai atender cerca de 90 mil habitantes com capacidade de vazão para tratar 475 litros de esgoto por segundo. 

Cerca de R$ 84 milhões estão sendo investidos no empreendimento, que realizará o devido tratamento sanitário de esgotos das áreas centrais de Belém. A obra tem previsão de conclusão para maio de 2021. 

Sistema de abastecimento de água na Baía do Sol

Cerca de 1.500 famílias serão beneficiadas com a obra que a Cosanpa vem desenvolvendo na Baía do Sol, em Mosqueiro. A previsão de entrega da obra que possui investimento de 195 mil reais é para outubro de 2020. "Nós tínhamos apenas um poço no local, que era precário e não era suficiente para abastecer a população. Entregaremos três novos poços rasos para garantir a ampliação e resolver o problema vivido pelas famílias da Baía do Sol, em Mosqueiro”, afirma Paul Simons.  

Sistema de abastecimento de água em Monte Alegre

No município do oeste paraense, a Cosanpa prossegue com as obras de ampliação do sistema de abastecimento de água, iniciadas em 2019. Um investimento do governo do Estado de R$ 10.291.503,00. “Estamos trabalhando forte para entregar as obras finalizadas em dezembro de 2020 e assim recuperar e ampliar o sistema de abastecimento, o que vai beneficiar 40 mil habitantes do município de Monte Alegre”, informa o engenheiro da Cosanpa.

O projeto de ampliação do sistema inclui a construção de dois sistemas de vácuo, com capacidade de produção de 110,00 m³, implantação da adutora de água tratada entre o reservatório do Largo da Memória e o reservatório do Lauro Sodré, assentamento de 17.272 metros de redes de distribuição de água, execução de 3.800 ligações domiciliares com hidrômetro, execução de 2.906 micromedições em ligações domiciliares já existentes, implantação do sistema de automação e recuperação das unidades existentes.

A cidade possui três sistemas de abastecimento de água, cada um com 10 pontos de captação. Com a conclusão da obra, mais dois sistemas automatizados serão instalados. 

Sistema de abastecimento de água em Alenquer e Oriximiná

As obras são projetos de ampliação do sistema de abastecimento de água que não andaram conforme o esperado na gestão anterior. Em Alenquer, por exemplo, a obra estava parada e foi retomada em novembro de 2019. 

“A finalização da obra vai garantir, nos municípios de Oriximiná e Alenquer, o abastecimento satisfatório de água com qualidade e quantidade necessárias para, no mínimo, pelos próximos 20 anos”, assegura o representante da Cosanpa. A previsão é de que as duas obras sejam concluídas no final de 2021.

“Nas obras de Monte Alegre, Oriximiná e Alenquer, a nossa grande dificuldade é a logística, por conta da localização. Durante a pandemia da Covid-19, já vivemos vários contratempos na obra, mas conseguimos retomar com força total. Estamos dedicados para entregar os serviços nos prazos determinados”, complementa. 

Sistema de abastecimento de água em Ananindeua

As obras no sistema de abastecimento de água no bairro Águas Lindas avançam no município de Ananindeua. O investimento é de mais de R$ 16 milhões e irá beneficiar 78 mil moradores do município. “Estamos substituindo tubulações que são profundas e já deterioradas, que são localizadas embaixo de várias residências, por tubulações novas e mais rasas para facilitar a manutenção. São intervenções que melhoram a qualidade da água para a população”, explica Paul Simons. 

Instalação de hidrômetros em Belém 

Segundo o engenheiro da Cosanpa, esse é um passo fundamental tanto para a Companhia, quanto para a população e o meio ambiente. “Conseguiremos identificar precisamente o quanto está sendo consumido, o que reduz o desperdício de água no Estado”, informa. 

Essa ação faz parte da micromedição da Cosanpa, com a instalação de 10 mil hidrômetros nos bairros do 9º setor - Pedreira, Marco, Canudos e Barreiro. A instalação tem como objetivo aferir, de forma justa, o quanto é consumido de água no imóvel para conscientizar a população para a boa utilização da água. “Essa semana começamos as instalações. Serão, ao todo, 150 mil hidrômetros instalados até dezembro de 2021”, destaca.

“Trabalhamos em muitas obras simultaneamente para garantir melhorias para a população. Pedimos que as pessoas nos apoiem e acompanhem os nossos trabalhos. Todo esse transtorno que as obras podem trazer é temporário e estritamente necessário. Trarão muitos benefícios”, finaliza o engenheiro.