Mangueirão recebe treinamento de resgate em altura em curso de bombeiros civis

19/09/2020 11h43 - Atualizada em 19/09/2020 12h47
Por Paula Portilho (SEEL)

Quarenta alunos do curso para bombeiros civis participaram, na manhã deste sábado (19), de treinamento para instrução de salvamento em altura, no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão. A capacitação teve apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), seguindo o padrão de protocolo sanitário, com uso de máscaras e álcool em gel, recomendado por autoridades de saúde.

“O Mangueirão é um dos melhores cenários para se reproduzir as mais variadas situações em salvamento em altura. Por isso, já fizemos outras atividades semelhantes aqui. O objetivo é tornar o profissional apto a estabilizar o sistema de corda e ancoragem no momento em que a vítima esteja em risco de queda. Com essas técnicas, o profissional consegue fazer uma abordagem e chegar até a vítima de forma segura para prosseguir com o salvamento”, disse o coordenador técnico do curso da Completa Cursos, Cesar Augusto Ribeiro.

O público participante se dividiu em duas turmas, com instrução em duas oficinas, a de “Nós, Amarração e Ancoragem” e a de “Descida Técnica de Resgate”. Para a aluna Karla Melo, o momento foi de agregar conhecimento. “Estamos vendo aqui todos os procedimentos com nossos instrutores, e como faço um curso técnico de Segurança do Trabalho, estas técnicas hoje aqui aprendidas vêm a somar. Além de que o espaço, no caso, o Mangueirão, é excelente em especial por se tratar de resgate em altura”, ressaltou.

“O Mangueirão, mais uma vez, abre suas portas, ainda que gradualmente, à sociedade, nesta ocasião com o objetivo de treinar os bombeiros civis, que é uma categoria muito importante de profissionais que atuam em estabelecimentos diversos, como shoppings centers e estádios. Para nós, é uma satisfação receber essa atividade, pois nossa estrutura é muito propícia para esse tipo de qualificação e ainda muito mais já que no estádio se praticam diversas atividades esportivas, beneficiando vários atletas, o que mostra a multifuncionalidade do Mangueirão, além do futebol”, afirmou o gerente de Segurança do Estádio Olímpico, Cláudio Santos.