Saúde: Uepa cadastra novos pacientes no programa 'Pós Covid-19'

Inscrições podem ser feitas de 19 a 23 de outubro, por meio do whatsapp

16/10/2020 11h06 - Atualizada em 16/10/2020 12h02
Por Nailana Thiely (UEPA)

Para realizar o atendimento integral de pacientes que já concluíram o ciclo de manifestação do novo coronavírus, mas que apresentam lesões e sequelas da doença, a Universidade do Estado do Pará (Uepa) criou, em julho deste ano, o “Programa de Atenção Integral à Saúde de Pacientes Pós Covid-19”. Neste mês de outubro, o cadastro será feito do dia 19 a 23, por meio do whatsapp (91) 98118-2421. 

Após o registro pelo aplicativo, a equipe fará uma triagem por meio de contato telefônico com os pacientes cadastrados e obterá mais detalhes clínicos, o que permitirá alocá-los para avaliação, dependendo da necessidade. A avaliação presencial dos pacientes triados e alocação nos diferentes serviços será a terceira etapa do programa. 

Segundo o professor Fábio Falcão, fisioterapeuta e coordenador do Programa Pós Covid-19, falta de ar, cansaço, dores articulares e musculares, alterações neurológicas, perda de cabelo e de paladar e olfato são as consequências mais comuns apresentadas após o fim do ciclo da doença. 

Atendimento – O acompanhamento destina-se a maiores de 18 anos que já foram diagnosticados e concluíram o ciclo de manifestação do vírus. O atendimento é destinado tanto aos recuperados que confirmaram a doença por meio de algum teste, ou apenas apresentaram sintomas característicos da infecção pelo novo coronavírus. 

Além da avaliação clínico-funcional, o paciente poderá realizar exames de espirometria e tomografia computadorizada de tórax; reabilitação pulmonar; avaliação dermatológica; e atendimento neurológico, hematologia médica e clínica médica. Posteriormente, existe também a possibilidade de inclusão em outros serviços oferecidos.

Os atendimentos ocorrem de segunda a quinta-feira, das 7h às 11h e das 13h às 17h, na Unidade de Ensino e Assistência em Fisioterapia e Terapia Ocupacional (Ueafto/CER III), localizada no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), o Campus II da Uepa, em Belém. 

A proposta é atender em torno de 35 pessoas por dia, com o propósito de auxiliar e contribuir para recuperação dos pacientes. Aos selecionados, serão exigidos presencialmente, durante a avaliação, os seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de residência e cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). Mais de 4 mil interessados já realizaram o cadastro. Os pacientes são chamados de forma gradual para iniciar o acompanhamento.  

A iniciativa conta com uma equipe multiprofissional, composta por professores, alunos e profissionais da saúde, tendo como objetivo avaliar os diversos impactos da doença no organismo dos pacientes, bem como acompanhar e reabilitar pessoas que ficaram com lesões e sequelas. O projeto envolve o tripé: assistência à saúde das pessoas, produção de conhecimento científico e formação de recursos humanos. 

Serviço:

Para mais informações, interessados podem também acompanhar o Instagram @programaposcovid.