Parceria entre Hemopa e Agropalma coleta sangue em Tailândia

13/04/2017 00h00
Por Redação - Agência PA (SECOM)

A Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa) terá um importante apoio nesta quinta e sexta-feira, dias 26 e 27, na cidade de Tailândia, no Nordeste do Pará, para coletar sangue de colaboradores e moradores dos arredores da Agropalma. A expectativa é mobilizar, nos dois dias, 400 voluntários.

A gerente da Captação de Doadores do Hemopa, Juciara Farias, conta que nas dependências da empresa será montada recepção e salas de triagem e coleta. “A empresa nos acolheu e está fornecendo toda a estrutura para que possamos realizar a campanha. Esse é um importante exemplo de trabalho na perspectiva de descentralização, facilitando o acesso dos voluntários à doação de sangue”, ratifica.

A parceria entre Hemopa e Agropalma é realizada pela primeira vez e a iniciativa partiu da própria empresa. “Essa é uma forma de compartilhamento de responsabilidade em prol da promoção da doação de sangue. É mais um segmento que vai somar positivamente para que possamos cumprir com a missão de atender aos pacientes que precisam de transfusão para melhoria de sua saúde”, ressalta Juciara.

A coordenadora do Departamento de Medicina do Trabalho da Agropalma, Leila Furtado, explica que a empresa está de portas abertas para iniciativas de ação social. “Este ano buscamos ampliar nosso apoio estendendo à instituições como Hemopa e Santa Casa de Misericórdia. Sabemos das dificuldades dessas instituições em manter seus estoques regulares – de sangue e leite materno – bem como sabemos da importância desses serviços para toda a população”, afirma.

Em média, por dia, o hemocentro coordenador, em Belém, coleta cerca de 150 bolsas de sangue. Somente nos dois dias de campanha, espera-se a coleta de 400 bolsas de sangue de colaboradores e também da comunidade do entorno. Para Leila, a campanha está sendo muito bem aceita. "Já temos listagens de voluntários que previamente já se declararam com desejo de participar da campanha. Há uma imensa vontade de transformar essa parceria em uma relação permanente com o Hemopa”.