Em Breves, no Marajó, projeto da Emater 'Hortas em Pequenos Espaços' dá os primeiros frutos

Projeto difunde informações sobre cultivo de hortaliças em recipientes alternativos e espaços disponíveis nas residências

13/01/2021 14h31 - Atualizada em 13/01/2021 16h03
Por Etiene Andrade (EMATER)

A dona de casa Josirene de Melo, em Breves, no Marajó, exibe parte da horta desenvolvida com as orientações técnicas da Emater“Eu gostei da experiência que já está dando bons resultados''. O depoimento é da dona de casa Josirene de Melo, em Breves, no Marajó, uma entre 100 mulheres participantes de oficinas sobre “Hortas em Pequenos Espaços” promovidas pelo escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará ( Emater).

De acordo com o supervisor do escritório regional do Marajó, Alcir Borges, o projeto iniciado no município de Breves, em novembro de 2020, deve ser estenddio para outros municípios marajoaras, atendidos pelo escritório regional.

Alcir Borges informou que a intenção é difundir informações sobre cultivo de hortaliças em recipiente alternativos e espaços disponíveis nas residências, atendendo a demanda espontânea de moradores da região.

O cultivo de hortaliças em recipientes e espaços, por vezes, pequenos, é ensinado em oficinas do Regional da Emater, em Breves "Sempre procuram nossos escritórios para informação sobre cultivo de hortaliças, assim como buscam saber sobre adubação, defensivos etc, e a partir dessa procura o Regional organizou o projeto Horta em Pequenos Espaços, considerando essa demanda e oportunizando conhecimento a partir de capacitações rápidas realizadas a partir de novembro de 2020”, disse o supervisor da Emater, em Breves.

Alcir Borges informou, ainda, que "inicialmente, devido à demanda, priorizamos as mulheres e jovens da cidade, mas hoje está disponível a todos que se interessem por cultivo de hortaliças. Com esse tipo de ação, a Emater cumpre seu papel institucional levando soluções para as pessoas interessadas no cultivo de hortaliças”.

Em novembro e dezembro de 2020, foram realizadas quatro capacitações com alcance de cerca de 100 pessoas. A ação promovida pela Emater contou com a parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), dos sítios 'Seu Culega' e 'Horta na Porta' e da empresa Leal Plantas.

Na casa de Josirene de Melo, as plantas crescem e dão os primeiros frutos em pequenos locais como vasos e embalagens plásticas"Faz um mês que a gente fez o curso e já consegui colher as pimentinhas, chicória e o cheiro verde. Também plantei a Pitaya que está brotando, pois demora um pouco mais para dar frutos, mas estou muito satisfeita”, garantiu a dona de casa Josirene de Melo, de Breves no Marajó, que tem visto suas plantas germinarem, crescerem e até darem os primeiros frutos em pequenos locais como vasos e embalagens plásticas, no quintal e até dentro de casa.