Operação do Detran orientou mais de 15 mil condutores sobre riscos de acidentes no trânsito

Órgão encerrou as ações no último dia 11, em Salinópolis e Mosqueiro

18/01/2021 11h10 - Atualizada em 18/01/2021 11h29
Por Leidemar Oliveira (DETRAN)

Atividades ocorreram ainda em Moju, Bragança, Santarém, Marapanim e XinguaraA Operação Fim de Ano, realizada pelo Departamento de Trânsito do Estado (Detran) entre os meses de dezembro e janeiro, alcançou mais de 15 mil pessoas. Os números são da Coordenadoria de Educação de Trânsito (CED), que encerrou as ações no último dia 11, em Salinópolis e Mosqueiro. Em 2020, além dos dois balneários mais procurados no Estado, o Detran também promoveu educação de trânsito nos municípios de Moju, Bragança, Santarém, Marapanim e Xinguara.

Ao todo, foram abordados mais de 3,5 mil veículos nas blitz educativas. O objetivo da educação de trânsito durante a Operação Fim de Ano foi orientar pedestres e condutores sobre os fatores de riscos de acidentes, em especial a alcoolemia. “Desenvolvemos esse trabalho paralelamente e em conjunto com as ações de fiscalização para conscientizar os condutores sobre como trafegar de forma segura e evitar acidentes de trânsito”, explica a coordenadora da CED, Isabella Mesquita.

Dirigir sob o efeito de bebida alcoólica ainda é o fator de risco mais presente durante as festas de fim de ano, juntamente com outras infrações, como o uso de celular ao dirigir, conduzir veículo com o farol desligado, transporte inadequado de animais, não uso do cinto de segurança e do dispositivo de retenção para crianças e objetos soltos no interior do veículo. Além dos carros, as motocicletas também foram alvo das equipes de educação do Detran, em especial em Bragança e Moju, onde o veículo é um dos principais meios de transporte dos moradores.

Em Mosqueiro, a equipe realizou uma orientação específica para grupos de ciclistas que estavam na ilha. Entre os fatores de risco mais observados, estão conduzir o veículo com viseira levantada, cinta jugular solta, não uso do capacete e excesso de passageiros. Durante as abordagens, as equipes do Detran observam esses fatores e orientam os usuários sobre como trafegar de forma segura.

Em Xinguara, a orientação integrou o Programa de Agente Multiplicador em Educação para o Trânsito como parte da Operação Festas SegurasXinguara – Em Xinguara, o Detran integrou o Programa de Agente Multiplicador em Educação para o Trânsito como parte da Operação Festas Seguras. Realizada em parceria com demais órgãos municipais e estaduais, a iniciativa concluiu as atividades do calendário anual do Programa de Educação de Trânsito de 2020, com o propósito de reduzir acidentes de trânsito, zerar as infrações nas vias e formar agentes locais, além de trabalhar os principais fatores de acidentes nas vias, a fim de reduzir as ocorrências.

O público-alvo é direcionado a professores, profissionais da saúde, segurança, assistência social, gestores municipais, coordenadores pedagógicos, etnias indígenas, representantes de igrejas, alunos, universitários e lideranças comunitárias.

Foram mais de 570 abordagens, além de palestras desenvolvidas nos municípios de Ourilândia do Norte, Água Azul do Norte, Tucumã e Xinguara. O trabalho contou com a parceria de diversos órgãos, como Ministério Público (MPPA), Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRE), Seduc (Secretaria Estadual de Educação), rádios locais, Câmara de Vereadores, OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e Polícia Civil.

As abordagens foram praticadas através de materiais educativos e informativos, sobretudo com orientações preventivas e aspectos constatados pelos agentes educadores do órgão, entre eles, não uso dos itens de segurança, calçado inapropriado para conduzir veículo, documentação irregular e o combate à alcoolemia. Além disso, como encerramento, houve a prática de uma atividade lúdica simulada de trânsito.