Cosanpa promove cursos de capacitação para moradores em três municípios

A iniciativa de inclusão social neste janeiro de 2021, é desenvolvida em Belém, Breves e Castanhal beneficiando cerca de 100 moradores nessas cidades

21/01/2021 08h54 - Atualizada em 21/01/2021 10h46

Participantes, na capital paraense, da oficina de reciclagem para confecção de puff (assento) com garrafas pets, no bairro da Sacramenta A Assessoria de Programas Sociais da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) promove cursos profissionalizantes, de forma gratuita, em municípios onde há obras em andamento. Neste janeiro de 2021, Belém, Breves e Castanhal têm capacitações beneficiando cerca de 100 moradores dessas cidades.

Em Belém, são realizados os cursos de atendente de farmácia nos bairros da Marambaia e Telégrafo, em cada bairro, desde segunda-feira (18) participam 20 pessoas. A carga horária é de 20 horas, e os participantes receberão certificados e o material necessário para colocar em prática o aprendizado. A intenção da Companhia é contribuir para que os cidadãos possam acessar o mercado de trabalho. Uma iniciativa de responsabilidade social institucional.

"O curso é uma iniciativa muito boa, ele proporciona a capacitação dos participantes, principalmente na atual situação do mundo, onde muitas pessoas perderam o seu emprego e estão precisando de uma oportunidade para poder retornar ao mercado de trabalho", afirmou Edvando Gama, estudante de enfermagem, que participa de uma das capacitações.

Moradores aproveitam a capacitação e já traçam metas para investirem em negócios próprios a partir do uso de materiais recicláveis Edvando Gama acrescentou, ainda, "a Cosanpa tem essa visão social, ela está nos capacitando para que possamos mudar a nossa realidade. A partir desses cursos, a Companhia nos motiva, nos incentiva e proporciona um novo futuro para quem está aqui”.

Além dos cursos em andamento, na capital paraense, também foi realizada uma oficina de reciclagem para confecção de puff (assento) com garrafas pets, de 11 a 15 de janeiro, no bairro da Sacramenta.

Em Castanhal, no nordeste estadual, no bairro Jaderlândia, desde a segunda-feira (18), cerca de 20 moradores também participam da oficina de reciclagem para confecção de puff com garrafas pets.

“Eu comecei a fazer a oficina para poder abrir um negócio utilizando a reciclagem como foco principal, a partir desse aprendizado podemos ampliar nossos horizontes. Hoje, eu estou desempregada e espero que com tudo que eu puder aprender na oficina, eu possa produzir minhas peças e ganhar uma renda”, disse a participante da oficina, Cristina Mesquita.

Já em Breves, na ilha do Marajó, está em andamento a oficina de reciclagem de tecidos. Uma oportunidade para os participantes obterem renda a partir do reaproveitamento dos tecidos. Eles aprendem a confeccionar bonecas de pano, ecobags (sacolas), colchas, tapetes, roupas entre outros objetos. O talento e a criatividade de cada um dos inscritos potencializa o aprendizado.

Por Bianca Buenaño (COSANPA)