Intensa agenda de trabalho na Calha Norte garante ações do Estado contra a Covid-19

O governador Helder Barbalho e outros gestores estaduais levaram total e rápido apoio os municípios, ofertando mais leitos, insumos, e vacinas, e transferindo pacientes

23/01/2021 19h57 - Atualizada em 23/01/2021 22h38
Por Carol Menezes (SECOM)

Em Óbidos, governador Helder Barbalho conferiu a oferta de cilindros de oxigênio ao hospital local Desde a constatação do crescimento do contágio pelo novo coronavírus no extremo Oeste do Pará, principalmente nas cidades localizadas na divisa com o Amazonas, o governo do Estado tem prestado total apoio à região. Durante dois dias, quinta e sexta-feira (21 e 22), o governador Helder Barbalho cumpriu uma extensa agenda de trabalho em sete municípios, acompanhando as ações, identificando demandas urgentes e tomando as providências necessárias ao atendimento à população. Neste sábado (23), outros gestores estaduais continuaram o trabalho na região.O transporte em aeronaves do Estado é outro serviço oferecido aos municípios do oeste paraense

Um decreto estadual de 15 de janeiro colocou a região em bandeiramento vermelho, o que sinaliza alto risco para Covid-19 e determina uma série de restrições relacionadas à circulação de pessoas.

Acompanhado do secretário adjunto de Estado de Saúde Pública, Sipriano Ferraz, e do secretário regional de Governo do Baixo Amazonas, Henderson Pinto, o chefe do Executivo estadual reiterou a gestores municipais e à população a necessidade de atuação integrada e urgente.

"É o momento de todos termos a consciência do desafio de cuidar da nossa população. Estamos trabalhando para garantir oferta de oxigênio, todos os insumos para tratamento, leitos, logística de transporte de pacientes, profissionais, vacinação. Temos que nos cuidar e compreender que, se cada um fizer a sua parte, vamos vencer”, enfatizou o governador.

A mobilização já resultou na ampliação do número de leitos para atender a todos os municípios da Calha Norte. Hoje, Santarém conta com 40 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI); Itaituba terá 60 e em Juruti foram instalados 10, totalizando 110 leitos de UTI exclusivos para pacientes infectados pelo vírus. O governo do Estado também confirmou que já garantiu com o Ministério da Saúde o envio ao Pará de 49 mil doses da vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pelo laboratório britânico AstraZeneca, para continuar a imunização da população paraense. Esse segundo carregamento de vacina, com 2 milhões de doses, chegou ao Brasil oriundo da Índia na última sexta-feira (22).

A intermediação para compra de oxigênio feita pelo Estado garante o abastecimento do insumo na regiãoPor videoconferência, Helder Barbalho se reuniu na quinta-feira (21) com os prefeitos da região para tratar sobre a situação sanitária. O governador reforçou a importância de os gestores decretarem medidas mais restritivas em seus municípios, para que a situação não saia de controle, como já foi feito pelo governo do Estado.

Santarém - Em parceria com a Prefeitura de Santarém, o Governo do Pará instalará mais uma unidade de saúde específica para tratamento de pacientes com a Covid-19. Com 60 leitos, a unidade será instalada no Centro Municipal de Educação Infantil Paulo Freire. O processo de tramitação para que a iniciativa seja viabilizada já começa na próxima segunda-feira (25).

O prefeito Nélio Aguiar destacou que a situação é crítica em toda a região do Baixo Amazonas, principalmente em Santarém. Nesse cenário, reiterou o gestor, a nova unidade de saúde será de “grande ajuda, para não sobrecarregar ainda mais a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e o Hospital Regional do Baixo Amazonas (HRBA)”.

Curuá - Durante a visita da comitiva de governo neste sábado (23), dois pacientes foram transferidos pelo serviço aeromédico para o Hospital Regional do Tapajós, em Itaituba.Transferência de pacientes de Curuá em aeronave do Graesp

Assim como nos outros municípios, o Estado também está prestando a Curuá apoio logístico e na compra de insumos, como oxigênio. “Ficamos felizes com mais essa preocupação do governo do Estado. Eu só tenho que agradecer esse apoio à nossa região. Nós estamos enfrentando essa pandemia, e é muito difícil para o nosso município. Hoje, um helicóptero do governo levou dois pacientes para Itaituba”, disse o prefeito de Curuá, Givanildo Marinho. 

Alenquer – Os secretários Regional de Governo e o adjunto da Sespa (Secretaria de Estado de Saúde Pública) visitaram o Centro de Atendimento à Covid e o Hospital Santo Antônio de Alenquer, que possui convênio com o governo estadual e 31 leitos clínicos exclusivos para tratamento da Covid. Ambos reforçaram aos gestores a importância dessa parceria entre governo e município. A unidade, que também recebe pacientes de Curuá, conta com a estrutura necessária, incluindo um concentrador de oxigênio, que ajuda a economizar o insumo.

Em convênio com o Estado, o Hospital está sendo ampliado, com a construção de uma ala com dez leitos de UTI. Sipriano Ferraz e Henderson Pinto visitaram a obra e as demais instalações neste sábado.

Prainha - Os secretários também incluíram na agenda de sábado a visita ao Hospital de Campanha e à Secretaria Municipal de Saúde de Prainha. Com apoio do serviço aeromédico, foram transportados pacientes para hospitais de referência da região. Os representantes do Estado também garantiram apoio logístico de transporte e para aquisição de insumos, inclusive oxigênio.

“Estamos com dificuldade de conseguir oxigênio, e hoje recebemos boas notícias com esta visita, motivo de muita alegria para todos nós”, declarou o secretário de Saúde de Prainha, Abraão Nascimento.Em Alenquer, o Estado amplia o hospital para instalar leitos de UTI

Monte Alegre - Na sexta-feira, após passar pelos municípios de Juruti e Óbidos, a comitiva do governador esteve em Monte Alegre, verificando o atendimento no Hospital Municipal. Na ocasião foram transferidos cinco pacientes para Itaituba, no sudoeste paraense, com apoio da logística organizada pelo governo estadual.

"Foi muito importante para mostramos a nossa realidade. Estamos com uma grande deficiência de oxigênio, e o Estado já nos informou que chegarão cilindros de Alenquer para nos auxiliar. Esperamos que a situação melhore, e essa fase ruim passe", disse a secretária de Saúde de Monte Alegre, Sarina Abud.

Juruti - O número de leitos clínicos e de terapia intensiva em Juruti também será ampliado. "Hoje estamos com 10 leitos de UTI e 15 leitos clínicos no Hospital 9 de Abril, e trabalhando para ampliar esses leitos clínicos até o quantitativo de 30 clínicos e 15 de UTI. Estamos reforçando e apoiando a Prefeitura, para que não haja falta de oxigênio para a população. O Estado já adquiriu, no dia 21, 500 cilindros de oxigênio, que devem chegar à região na semana que vem. A carga será distribuída para apoiar essa logística de oferta. O fato é que todos devem trabalhar juntos e unidos para salvar vidas e proteger aqueles que precisam", destacou Helder Barbalho em visita ao município, na sexta-feira.

Gestores estaduais verificaram as condições do hospital de PrainhaÓbidos - Também na sexta-feira, Helder Barbalho esteve em Óbidos, visitando o Hospital Municipal e a Santa Casa Dom Floriano, que recebem pacientes com sintomas da Covid-19. O prefeito municipal Jaime Silva destacou a importância do apoio do Estado no combate à pandemia na região. "É muito importante essa parceria e o carinho que ele tem com a nossa região. Ficamos muito felizes em recebê-lo nesse momento. Sem apoio do governo do Estado, nem sei como estaríamos por aqui", acentuou o gestor.

Oriximiná - No primeiro dia da agenda de trabalho nos municípios da região Oeste, o governador Helder Barbalho acompanhou o início da instalação da usina de oxigênio no Hospital Municipal de Oriximiná, na tarde de quinta-feira (21). Durante o dia, foram transferidos seis pacientes para os hospitais regionais do Tapajós, em Itaituba, e do Baixo Amazonas, em Santarém.

Terra Santa - No segundo município visitado, o governador verificou a situação do Hospital Municipal Frei Elizeu Eismann, que atende pacientes com sintomas moderados e graves de Covid-19. Ele reforçou a garantia de suporte aeromédico para casos de transferência de pacientes. “Nós, profissionais de saúde, já recebemos a vacina, que foi um gás pra gente que está trabalhando há tempos nessa linha de frente. Nós agradecemos todo o apoio que o governo tem dado”, declarou a técnica em enfermagem Maria Souza.

Faro - Primeiro destino da comitiva governamental, incluindo a sede municipal e o distrito de Nova Maracanã, em Faro Helder Barbalho e demais autoridades acompanharam os atendimentos médicos a pessoas com suspeita de Covid-19 no Barco Papa Francisco e nas unidades Básicas de Saúde (UBSs).

A embarcação chegou à localidade no último dia 20, e iniciou os atendimentos para pacientes com sintomas da doença assim que atracou. No momento, a embarcação está com cinco pacientes sendo estabilizados em leitos clínicos, e nove já foram transferidos para unidades da rede hospitalar do Estado. O município de Faro também recebeu 30 cilindros de oxigênio, comprados pela Prefeitura com intermediação do Estado. O governador acompanhou a chegada da carga, necessária aos pacientes em estado grave.