Governo do Pará confirma dois casos da variante do novo coronavírus identificada em Manaus

Os casos foram confirmados em Santarém, na região Oeste, em um homem e uma mulher que estão em tratamento

29/01/2021 23h35 - Atualizada em 30/01/2021 00h31

Duas infecções pela mais recente variante identificada do novo coronavírus em Manaus (AM) foram confirmadas no Estado do Pará. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (29), pelo governador Helder Barbalho. A nova cepa que circula no Amazonas foi detectada em um homem de 58 anos e uma mulher de 26 anos, ambos residentes em Santarém, no oeste paraense. Os dois pacientes já receberam tratamento e se encontram estáveis.Orla de Santarém, no Oeste do Pará, onde foram identificados os dois casos de infecção pela variante do novo coronavírus

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) reforça a necessidade de que todos continuem mantendo o uso de máscara e o distanciamento social, e higienizando as mãos com água e sabão e álcool em gel para evitar a contaminação e o consequente aumento de casos da doença.

Segundo o diretor de Vigilância em Saúde da Sespa, Denilson Feitosa, essa variante é um pouco diferente do vírus que já circulava no Pará. “Há sinais de uma infectividade maior. Então, há a possibilidade de uma pessoa transmitir para mais outras. Os sintomas são os mesmos, mas podem ser mais graves do que os que estamos acostumados. Os cuidados permanecem os mesmos. A população precisa continuar mantendo os protocolos de segurança”, reiterou o diretor de Vigilância em Saúde.

A variante de Manaus foi identificada pela primeira vez no último dia 09 de janeiro, em viajantes que chegaram ao Japão depois de passarem pela capital amazonense. A nova onda de casos em Manaus levou o sistema de saúde da cidade a um segundo colapso desde o início da pandemia.

Por Governo do Pará (SECOM)