Barco Hospital leva atendimento a mais nove cidades do Baixo Amazonas

A partir desta segunda-feira (1º), os atendimentos começam no município de Óbidos

31/01/2021 11h18 - Atualizada em 31/01/2021 14h45

O Barco Hospital Papa Francisco, acoplado à unidade Papa João Paulo II, segue levando atendimento a pacientes com sintomas leves e moderados da Covid-19 na região do Baixo Amazonas, no oeste do Pará. O fluxo de atendimento para o mês de fevereiro será dividido em duas fases. A partir desta segunda-feira (1º) até o dia 12, a embarcação passará pelos municípios de Óbidos, Oriximiná, Terra Santa, Juruti e Curuá. Na segunda etapa, do dia 17 a 25, será a vez dos municípios de Almerim, Prainha, Monte alegre e Alenquer. 

Segundo Rômulo Rodovalho, secretário de Saúde Pública do Pará (Sespa), levar atendimentos ambulatoriais e de baixa complexidade aos nove municípios que compõem a Calha Norte é essencial para o combate ao novo coronavírus. “O Barco Hospital é um importante instrumento contratualizado para dar suporte de atendimento, levando saúde a toda a população, seja ribeirinha, de distritos ou do próprio município que está prevista a atracação. Estamos levando atendimento de qualidade à população no Estado do Pará”, ressaltou. 

A embarcação, que é financiada pelo Governo do Pará, chegou à Calha Norte como estratégia de combate à pandemia no dia 20 de janeiro. Mais de 1,3 mil atendimentos já foram realizados no distrito de Nova Maracanã e no município de Faro, localizados na região que faz divisa com o Amazonas e sente o impacto do colapso na saúde do estado vizinho. 

De acordo com Frei Joel, coordenador do flutuante, o trabalho integrado pela saúde da população tem feito a diferença. “Em parceria com o Governo do Estado, Sespa e Secretarias de Saúde de cada município da região, fortalecemos a luta contra a covid-19. Estamos juntando forças para prestar um serviço de qualidade e combater o vírus”, afirma. 

Em cada município serão disponibilizados serviços de triagem de enfermagem - verificação de sinais vitais, pressão arterial, oximetria de pulso, temperatura, frequência cardíaca, verificação de glicemia – consultas de enfermagem e médicas, exames de laboratório, raio-x, eletrocardiograma e quatro leitos clínicos para estabilizar pacientes, além da dispensação de medicamentos. 

ÓBIDOS

A partir desta segunda-feira (1º), os atendimentos começam no município de Óbidos. De manhã a Vila Poranga será atendida, no período da tarde os atendimentos serão em São Raimundo. Na manhã da terça-feira (2), é a vez da comunidade de Santo Antônio Paraná de Baixo e à tarde, de Cristo Rei. Na quarta (3), as comunidades de São Lázaro e Nossa Senhora das Graças Paru recebem atendimento. A embarcação segue para o município de Oriximiná. 

LOCKDOWN

A partir da próxima segunda-feira (1º), o bandeiramento no Baixo Amazonas passará de vermelho para preto, o que significa lockdown para essa região. O governador Helder Barbalho afirmou que a decisão foi tomada com base na atualização da situação epidemiológica no oeste do Estado. Os municípios que integram o Baixo Amazonas são: Alenquer, Almeirim, Belterra, Curuá, Faro, Juruti, Mojuí dos Campos, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Placas, Prainha, Santarém e Terra Santa. 

Por Giovanna Abreu (SECOM)