Graesp leva a Santarém equipamento para aumentar testagem de Covid-19

A cabine de segurança vai integrar o Laboratório de Biologia Molecular, fruto da parceria entre governo do Estado e Ufopa

17/02/2021 19h27 - Atualizada em 17/02/2021 20h27

O Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), vinculado à Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), transportou nesta quarta-feira (17), para a sede municipal de Santarém, na região Oeste, uma cabine de segurança biológica utilizada para testagem e diagnóstico de Covid-19. A chegada da cabine no município pode beneficiar 21 municípios da região, que reúnem quase 1 milhão de habitantes. Santarém é o único município no norte do Brasil, sem ser capital, a dispor de um laboratório com essa tecnologia.A aeronave do Graesp pousou em Santarém com o equipamento que vai reforçar o combate à pandemia

O transporte do equipamento que garantirá a instalação do Laboratório de Biologia Molecular foi viabilizado pela parceria entre o Governo do Pará e a Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa). Dentro da cabine é feita a manipulação das amostras possivelmente contaminadas com o vírus Sars-CoV-2, garantindo total segurança ao profissional.

A cabine de segurança biológica garante total segurança a quem manipular as amostras durante a testagemDevido ao lockdown no Oeste do Pará, houve a consequente redução do número de voos para Santarém. Por esse motivo não foi possível conduzir a cabine em voo comercial, explicou o reitor da Ufopa, professor Marcos Prado. “Nós recorremos ao Grasep, que muito gentilmente cedeu a aeronave e possibilitou a vinda do equipamento para Santarém. Se nós dependêssemos dos voos comerciais, a gente só teria um voo possivelmente na semana que vem, com data ainda não definida. A cabine chegou hoje e nós vamos poder montar o equipamento amanhã e na sexta, para que na segunda-feira (22) a gente já inicie essa testagem da Covid. Isso só está sendo possível graças à parceria que a universidade tem com o governo do Estado, em especial agora com o Graesp, que possibilitou a vinda da aeronave. Agradecemos a parceria que tivemos em todo esse processo de montagem do laboratório, que é altamente especializado”, destacou o reitor.

Frentes de atuação - Não foi a primeira vez que o Grupamento Aéreo atuou no combate à pandemia. Aeronaves do Graesp já conduziram, para todas as regiões do Pará, equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras, álcool 70% e luvas para os agentes de segurança pública; respiradores mecânicos; materiais para a testagem da Covid-19 e, mais recentemente, vacinas. “O Grupamento Aéreo de Segurança Pública não somente atua fornecendo a segurança pública tão desejada e merecida pela população, mas em especial nesta pandemia está trabalhando com serviço aeromédico, transporte de respiradores, insumos, vacinas e equipes profissionais de saúde, além de equipamentos necessários para ações de combate à pandemia”, frisou o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado.

Ainda segundo o titular da Segup, “o Graesp tem um histórico de atuar em todas as frentes, não somente na segurança pública, como também em transporte de autoridades. Mas, em especial neste momento de pandemia, atua muito fortemente e possibilitando que equipamentos, insumos e profissionais cheguem a qualquer canto do Pará em tempo hábil, para que possam socorrer a população e trazer tranquilidade a todos”.

Por Aline Saavedra (SEGUP)