Cosanpa concluiu mais de 50% da recuperação e modernização do Complexo Bolonha

Estação de Tratamento de Água do Bolonha atende quase um milhão de pessoas na Região Metropolitana, cerca de 65% da população desse território

26/02/2021 12h50 - Atualizada em 26/02/2021 16h18

Limpeza nos decantadores da Estação de Tratamento vai melhorar a retenção de resíduos da água bruta para o tratamento químicoA segunda fase das obras de recuperação e modernização completa da Estação de Tratamento de Água (ETA) do Complexo Bolonha, realizada pela Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), está com mais de 50% dos serviços concluídos. Cerca de um milhão de paraenses são beneficiados com a obra, que atende aproximadamente 65% da população de Belém e Região Metropolitana. A primeira fase deste módulo foi entregue em março de 2020 e a entrega da segunda fase está prevista para o final de 2021.

“Este é um investimento fundamental do Governo do Estado, que reflete diretamente na saúde dos paraenses. A melhoria na ETA do Bolonha é fundamental para que a gente consiga distribuir, cada vez mais, água de qualidade para a população”, ressalta o engenheiro da Cosanpa, Paul Simons.

Atualmente, a Cosanpa realiza serviços de implantação e limpeza nos módulos dos decantadores da ETA, que funcionam como uma barreira para reter resíduos da água bruta, permitindo a passagem da água límpida para a próxima fase do tratamento, onde receberá o produto químico necessário para que seja distribuída para a população.

As obras abrangem também a recuperação estrutural do canal de descarga de lavagens da Estação de Tratamento de Água, recuperação arquitetônica, revisão das áreas hidromecânica e elétrica, renovação e recuperação das bombas, recuperação da urbanização da área externa da ETA; implantação da base de concreto para os novos transformadores de energia, assim como melhorias que envolvem a segurança em torno dos decantadores.

“Estamos fazendo uma revisão geral em todos os sistemas da Estação. Queremos que a população saiba que o Governo do Estado e a Cosanpa estão investindo nessa recuperação para atender as necessidades dos paraenses. Nós já estamos fornecendo água de melhor qualidade para a população e todas as possibilidades que houverem de melhorias, tenham certeza que vamos procurar fazer”, explica o engenheiro.

Está em fase de aprovação a instalação de uma Unidade de Tratamento de Resíduos na ETA, para reforçar o processo de retirada do lodo da Estação e do descarte correto para o meio ambiente.

HISTÓRICO

Em 2016, foi aprovado o projeto para reforma dessa etapa da ETA, com previsão de entrega para setembro de 2018. No entanto, o prazo não foi cumprido. Em 2019, ao assumir a nova gestão, o atual governo, por meio da Cosanpa, acelerou o ritmo das obras, para concluir o investimento de R$ 165 milhões.

Por Giovanna Abreu (SECOM)