Governo do Pará inicia construção e pavimentação do lote 1, da PA-256

Obras foram dividas em quatro etapas e envolvem a pavimentação de 150 km da rodovia e ainda a construção da ponte sobre o rio Capim

27/02/2021 15h39 - Atualizada em 27/02/2021 17h14
Por Kátia Aguiar (SETRAN)

Ato autoriza o início das obras na via, uma das vias mais extensas e importantes do nordeste paraenseO governador do Pará, Helder Barbalho, assinou neste sábado (27) a ordem de serviço para início das obras do lote 1 da PA-256, uma das vias mais extensas e importantes do nordeste paraense. O trecho compreende a região da travessia do Rio Capim até a Vila Nova, com a construção e pavimentação de mais 51 quilômetros de estrada. As obras iniciaram logo após o ato de assinatura da OS pelo chefe do Executivo Estadual.

O novo trecho vai se somar ao lote 2, que teve os serviços iniciados pela Secretaria de Estado de Transporte (Setran) em janeiro deste ano. O trecho 2 compreende uma extensão de 56 quilômetros, entre a Vila Nova e o entroncamento com a PA-451, em Igarapé-Açu. Uma terceira etapa da rodovia deve ser iniciada ainda este ano, no qual serão pavimentados 43,5 quilômetros de estrada, entre a PA-451 e o entroncamento da PA-150, no município de Tailândia. Haverá também o lançamento das obras do lote 4, que trata-se da ponte sobre o rio Capim, obra essencial para o agronegócio e integração da região Sudeste. A estrutura terá 560m x 10m e será construída no trecho da PA-256 com entroncamento da BR-010, próximo a Paragominas.

Obra prevê a construção e pavimentação de mais 51 quilômetros de estradaSegundo o governador Helder Barbalho, a PA-256 foi aberta na década de 70. De lá até os dias atuais, muitos gestores prometeram que iam asfaltara estrada, mas não fizeram o serviço.

“Nós temos dois anos de governo e estamos iniciado o asfaltamento dessa estrada, que foi um compromisso que fizemos com essa região. E nós estamos investindo na pavimentação tanto que, provavelmente, daqui há um mês, vamos para Tailândia assinar a ordem de serviço para a Forquilha, para pavimentação do terceiro lote. E ainda dentro de três meses, voltaremos à PA-256 para assinar a ordem de serviço da construção da ponte do Rio Capim, que está em fase de licitação", anunciou Helder Barbalho.

Uma das pistas mais extensas do Estado, a PA-256 possui mais de 360 quilômetros e integra nove municípios: Mocajuba, Cametá, Igarapé-Miri, Moju, Tailândia, Acará, Tomé-Açu, Ipixuna do Pará e Paragominas. 

Governador Helder BarbalhoA obra permitirá ainda a integração da BR-010 (Belém-Brasília) às rodovias estaduais PA-150, PA-140 e PA-252, e ainda de Paragominas (via Belém-Brasília) ao Porto de Vila do Conde, em Barcarena, no Baixo Tocantins.

Para o titular da Setran, Adler Silveira, a obra da PA-256 é um marco histórico, pois trata-se de uma transformação na infraestrutura logística e rodoviária do estado do Pará. 

"Uma obra estratégica para a região do Capim, onde temos um agronegócio forte, com grande destaque para o cultivo da soja, do milho, e ainda a mineração que, em breve, vão contar com uma rodovia  para escoar a produção. Vai facilitar também a mobilidade urbana da população que vive em torno dos municípios de Ipixuna, Paragominas e Tomé Açu, ou seja, é a transformação de um sonho antigo em realidade", pontuou.

TRANSFORMAÇÃO

Valentim Pires, morador da área de quilombolas Betel, conta que trabalhou em meados de 1962 na abertura da PA-256 e que, desde então, enfrenta muitas dificuldades para escoar a produção da agricultura familiar da sua comunidade. "Essa estrada nós fizemos no machado, foi muito difícil transitar por aqui, mas, com a obra, com certeza vai ficar melhor", disse. A comunidade de Betel planta mandioca, milho, melancia, entre outros produtos.

O presidente do Sindicato dos Comerciantes de Paragominas (Sincopar), Osvaldo Pimenta Cabral Filho, destacou que a obra da PA-256 vem sendo esperada por todas as pessoas da região do Capim há anos. "É uma das primeiras pautas que nós temos colocado, inclusive, anteriormente e que não foi vista como prioridade. Felizmente, nesse momento, está sendo iniciada a obra que vai trazer um grande ganho para a região, para o município de Paragominas e para a economia do estado do Pará", avaliou.

Prefeitos, deputados federais e estaduais, além de autoridades locais e produtores participaram do ato de assinaturaO produtor rural Chicão Balestrere também comemorou o início das obras da PA-256. "Eu moro aqui há 40 anos já, minha família chegou na época de 1979. Para nós, é um sonho que vai se tornar realidade. Nosso sofrimento é muito grande, nessa época de inverno é difícil o acesso, mas agora, com essa obra sendo lançada pelo governador Helder, vai ser um sonho realizado e o desenvolvimento dessa região até Tomé-Açu".

Participaram do lançamento da obra o deputado federal Beto Faro, os deputados estaduais Dilvanda Faro, Gustavo Sefer, Fábio Figueira e ainda os prefeitos de Ipixuna do Pará, Artemis de Oliveira, e de Paragominas, João Lucídio Lobato.

PACOTE DE OBRAS

Dentre as obras previstas para a melhoria da trafegabilidade na Região de Integração Rio Capim já estão sendo executadas a construção e pavimentação da rodovia Perna Leste, entre a Alça Viária e a PA-140, e conservação e manutenção da PA-318, entre a PA-136 e o distrito de Marudá, em Marapanim. Estão previstas ainda a construção de 18 pontes em concreto armado e de dois postos de fiscalização de controle de peso na região.

Economia – A região do Rio Capim possui cerca de 648 mil habitantes e registra um PIB de R$ 4,3 bilhões. Responde por 11ª posição do PIB agropecuário de todo o Estado. É a região de maior produção de grãos (40%), a maior produtora de soja (50%) e milho (30%), além da extração de caulim.