Governo inicia obras na ponte do Rio Meruú e entrega benefício do Sua Casa em Igarapé-Miri

A ponte terá 560 metros de extensão por 10 metros de largura e eliminará de vez o traslado feito por balsas

01/03/2021 15h19 - Atualizada em 01/03/2021 16h29
Por Bruna Brabo (SECOM)

Helder Barbalho e o titular da Setran, Adler Silveira, acompanham as obras da ponte sobre o Rio Meruú nesta segunda-feira, 1º de marçoEm Igarapé-Miri, o governador Helder Barbalho acompanhou o início das obras de construção da ponte sobre o Rio Meruú nesta segunda-feira, (1º). Com a obra, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Transportes (Setran), assegura com, maior agilidade, o direito de ir e vir da população e também estimula o desenvolvimento econômico da produção local, uma vez que o município é o maior produtor nacional de açaí.

“Uma obra importantíssima de integração do nosso estado. Com a ponte do Meruú pronta nós estaremos integrando vários municípios do Baixo Tocantins, dando mais mobilidade sem precisar da balsa. Esse foi um compromisso que eu assumi com a população e hoje estamos dando início, e até o final do ano, nós estaremos entregando a ponte e festejando essa grande conquista de desenvolvimento para o Estado”, ressaltou Helder Barbalho. 

Helder Barbalho fez questão de ver de perto os materiais já disponíveis para a obra da ponte, estratégica para o Baixo-TocantinsA ponte terá 560 metros de extensão por 10 metros de largura e eliminará de forma definitiva o traslado feito por balsas no trecho do Rio Meruú. Estratégica para toda a região, a estrutura será construída numa das rodovias de acesso da Região Metropolitana de Belém (RMB) às regiões sul, sudeste e nordeste, na área do Baixo Tocantins. 

“Estamos dando início a cravação das estacas que vão garantir a construção da ponte, que liga o lado de Igarapé Miri à Baião e Mocajuba. Uma obra de 48 milhões, do Governo do Estado, que vai transformar a realidade da população. A melhoria da infraestrutura a uma região de produção vai trazer mais desenvolvimento econômico e garantir o direito de ir e vir das pessoas, dando maior mobilidade para a população e a garantia da integração do nosso Estado”, adiantou o titular da Setran, Adler Silveira.

O início da obra ocorre após a transferência do ponto de embarque e desembarque de veículos da balsa que faz o traslado, para um novo desvio nas duas margens do rio. 

“As embarcações demoravam para fazer a travessia, muitas vezes as ambulâncias ficavam com paciente esperando a balsa. Já presenciei vários episódios desses”, disse a ambulante, Nayara Silva, que trabalho no local. 

A Setran também finaliza o pagamento das indenizações das benfeitorias feitas por ocupantes das duas margens do rio Meruú. A secretaria montou um canteiro de obras próximo do rio onde foram construídas partes das pontes: 56 vigas pré-moldados, mais de 6 mil pré-lajes e ainda 324 estacas pré-moldadas para a cabeceira da ponte.

Ainda em Igarapé-Miri, o governador Helder Barbalho entregou o benefício do programa "Sua Casa'' para 50 famílias do municípioSua Casa -  O governo estadual garantiu o benefício “Sua Casa” para 50 famílias de Igarapé-Miri. O programa da Companhia de Habitação do Pará (Cohab) concede o auxílio para construção, reconstrução, reforma e ampliação de casas de pessoas em vulnerabilidade social.

"Através do programa “Sua Casa”, o governo do estado viabiliza às pessoas a oportunidade de melhorar sua unidade habitacional, reformar e ampliar a residência. Além do material de construção, as famílias estão recebendo o recurso para contratação da mão de obra e (o programa) fortalece a renda dessas pessoas através da construção civil. Eu peço que a população compre no comércio local para ajudar a crescer a cidade”, pontuou Helder. 

Moradora da Colônia Paciência, em Igarapé-Miri, Zélia Gomes: "A gente fica bem emocionado, esse benefício é importante para nós"Moradora há mais de 15 anos da Colônia Paciência, Zélia Gomes, conta que espera dar uma condição melhor para família. “A gente fica bem emocionado, nós moramos na colônia que fica bem distante da estrada. Trabalhamos em roça, então é muito importante receber esse benefício. Espero dar uma condição melhor para os nossos filhos, fazer um banheiro, um quarto bom”, disse a beneficiada. 

O programa consiste na concessão de dois benefícios, com o objetivo de garantir auxílio financeiro de até R$ 21 mil, para aquisição de material de construção e pagamento da mão de obra. Todos os valores são calculados levando em consideração dados previstos em uma tabela técnica.

"Hoje a gente contempla mais 50 famílias, o governo do estado, através da Cohab, está melhorando a qualidade de vida da população, para que os paraenses possam ter um lugar para morar com dignidade. É importante ressaltar que o programa garante o material e mão de obra. Nós estaremos retornando essa semana para cadastrar também as famílias que moram na beira do rio”, afirmou o presidente da Companhia de Habitação do Pará, André Guedes. 

"A minha casa é de madeira e está caindo, há tempos eu pedia esse benefício. Todo mundo precisa do conforto de uma casa, é a realização de um sonho, vou poder construir um quarto para as minhas filhas terem uma casa boa”, disse Suzana Moraes, de 38 anos, que recebeu o benefício. 

O prefeito de Igarapé-Miri, Roberto Pina, agradeceu as ações do governo do estado. “Um momento muito especial em que o governo está estimulando e concretizando políticas públicas em nosso municipío. Ações que ajudam no desenvolvimento e economia de toda a região”, ressaltou Roberto. 

Acompanharam a agenda no município de Igarapé-Miri, a deputada federal, Elcione Barbalho; deputado federal, Beto Faro; deputado estadual, Gustavo Sefer, deputado estadual, Igor Normando; chefe da Casa Civil, Iran Lima; secretário estadual de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado; e o delegado-geral da Polícia Civil, Walter Rezende.