Equipe do Ministério da Saúde investiga variantes da Covid-19 na região oeste do Pará

Ação integrada entre Estado, Município e União é importante para os gestores da Saúde subsidiarem as tomadas de decisão

05/03/2021 16h43 - Atualizada em 06/03/2021 11h16
Por Leonardo Nunes (SECOM)

Em uma ação conjunta com o Governo do Estado e prefeituras, uma equipe do Ministério da Saúde está na região oeste estadual realizando uma investigação sobre a circulação das variantes do novo coronavírus (Covid-19). Nesta sexta-feira os técnicos estiverem no município de Óbidos. 

Além de Óbidos, entre os municípios investigados estão Monte Alegre, Óbidos, Prainha, Santarém, Rurópolis, Brasil Novo e Altamira. As visitas técnicas consistem na avaliação dos prontuários médicos que descrevem os sintomas, quadro clínico e o resultado de exames e testes realizados pelos pacientes. As visitas técnicas visam a investigar as variantes do novo coronavírus na região oeste do Pará “Os técnicos do EpiSUS,do Ministério da Saúde, atuam com base em uma lista de pacientes identificados com a variante. Com esse conteúdo eles analisam os prontuários e avaliam a evolução do quadro clínico”, explica a coordenadora de Saúde da Secretaria Regional de Governo do Oeste do Pará, Talita Liberal.

A coordenadora também relatou que a investigação pode ser estendida para outros municípios, dependendo da evolução da pandemia na região. “Os estudos estão em aberto devido ao grande volume de documento que precisa ser analisado”. A equipe do Ministério da Saúde faz visitas técnicas para avaliar os prontuários médicos que descrevem os sintomas da doença

A secretária municipal de Saúde de Óbidos, Ana Elza Tavares, acredita que esse trabalho integrado entre Estado, Município e União é importante para os gestores da saúde subsidiarem as tomadas de decisão. 

“Em função de termos a confirmação de três casos da nova variante estamos com a presença do Governo do Estado e Ministério da Saúde fazendo a investigação. É um trabalho estratégico que constitui um diagnóstico que lenido determinar nossas ações”, avaliou.Os técnicos avaliam uma lista de pacientes identificados com a variante presente na região

Variante P.1

As mutações identificada são consideradas Variantes de Atenção (VOC) no Brasil. Na região, a pesquisa investigativa está voltada à variante P.1 pela proximidade e interligação socioeconômica da Região Oeste do Pará com o Amazonas, em especial, Manaus. 

Confirmação da nova variante em janeiro 

Na região, especificamente no município de Santarém, a confirmação oficial da presença da nova variante da Covid-19 foi confirmada no último dia 29 de janeiro, após análise do Instituto Evandro Chagas (IEC), em amostras de dois pacientes diagnosticados com o vírus.

Investigação do EpiSUS

Desde o último  dia 17, uma equipe do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EpiSUS), da Secretaria de Vigilância em Saúde, vinculada ao Ministério da Saúde está em uma missão exploratória para verificar as demandas no atendimento a pacientes de Covid-19 no Pará e investigar variantes do novo coronavírus.

Leia também: 

• Ministério da Saúde considera adequada rede de saúde do Pará para tratamento de Covid-19.