Obra do novo sistema de água avança em Santarém, no Baixo Amazonas

Os investimentos estavam paralisados desde 2016. Em outubro de 2019, a obra de saneamento foi retomada e segue mesmo com a pandemia 

11/03/2021 15h16 - Atualizada em 11/03/2021 16h53

O trabalho no sistema de abastecimento de água em SantarémA obra de ampliação do sistema de abastecimento de água em Santarém, na região do Baixo Amazonas, avançou em mais uma etapa neste mês de março. Foram concluídas as perfurações de dois poços no sistema Livramento, que atende quatro setores do município: Léo, Santana, Livramento I e II.

“Foram perfurados dois novos poços de alta performance, previsão de 240 m³  de produção por hora. Com isso, a Cosanpa terá três poços atuando para este sistema que distribui água para estes quatro setores. A expectativa é de que possamos atender 120 mil pessoas por dia com a operação deste setor. Assim que o reservatório apoiado for concluído pela empresa executora da obra, iremos iniciar a operação do sistema”, adiantou Diego Batista, Diretor de Operações da Cosanpa.

O governo do Estado, por meio da Companhia de Saneamento do Pará, investe cerca de R$ 130 milhões na perfuração de seis poços e na construção de cinco reservatórios e 300 km de novas redes para ampliar o abastecimento de água para mais de 20 bairros.

Em outubro do ano passado, o projeto ganhou novas metas e o bairro Alvorada foi incluído na ampliação do sistema. Com isso, metas foram revistas e, atualmente, o percentual de execução de obra concluída atualizado é de 38%.

Cosanpa terá a operação de três poços de alta performance e estima atender 120 mil pessoas por dia com a operação do novo SistemaOs investimentos no município estavam paralisados desde 2016. Em outubro de 2019, a obra de saneamento foi retomada e mesmo com as dificuldades enfrentadas pela pandemia de Covid-19, a obra segue em andamento. 

Por Tayná Horiguchi (COSANPA)