Mais de 90 mil doses de vacinas são transportadas neste final de semana pelo meio aéreo

27/03/2021 11h33 - Atualizada em 27/03/2021 11h36

Seja pelos rios, estradas ou ar, os agentes de segurança pública estão empenhados, desde a chegada da primeira remessa das vacinas contra a Covid-19, na distribuição dos imunizantes. Neste sábado e domingo, 27 e 28 de março, o Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), vinculado à Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), dará continuidade ao planejamento de voo que levará a vacina e a esperança para o interior do Estado. 

A operação para a distribuição de vacinas nesta etapa envolve cinco aeronaves, sendo três aviões e dois helicópteros. A primeira aeronave decolou do hangar do grupamento às 8h. 

Os municípios que receberão as doses neste sábado são: Breves, Gurupá, Santarém, Altamira e Cametá. Duas aeronaves sairão de Santarém, após serem abastecidas com as vacinas para as cidades que integram a Calha Norte (Prainha, Monte Alegre, Alenquer, Curuá, Óbidos, Oriximiná, Terra Santa, Faro e Juruti). Ainda no sábado, os municípios de Marabá e Conceição do Araguaia receberão as doses do imunizantes, além do arquipélago do Marajó, mais especificamente nos municípios de Anajás, Chaves e Afuá.  

Em Santarém serão desembarcados também os suprimentos de saúde dos municípios de Aveiro, Belterra, Mojuí dos Campos, Novo Progresso, Placas e Trairão. O Grupamento Fluvial de Segurança Pública (GFLu) receberá as doses em Breves e levará para Portel, Melgaço e Bagre em uma lancha.

No domingo (28), as embalagens com os imunizantes chegarão às cidades de Soure, Salvarera, Santa Cruz do Arari, Cachoeira do Arari, Ponta de Pedras, Curralinho, São Sebastião da Boa Vista e Muaná. Com essa nova etapa de distribuição serão contemplados sete Centros Regionais de Saúde (7°,8°,9°,10°,11°,12° e 13°) vinculados à Secretaria de Saúde Pública do Estado (Sespa). 

Para o diretor do Graesp, Coronel Armando Gonçalves, é gratificante estar na linha de frente e ajudando a salvar vidas de muitas pessoas. "Estamos trabalhando de forma muito atuante na distribuição das vacinas desde o primeiro momento em que os imunizantes chegaram ao Pará. Todos os esforços estão sendo feitos para que as vacinas cheguem o quanto antes aos seus locais de destino", afirmou o diretor. 

Por Aline Saavedra (SEGUP)