Todos em Casa pela Educação consolida parceria entre Funtelpa e Seduc

Estratégia de transmissão de aulas gravadas na programação da TV Cultura (Canal 2) alcança estudantes dos ensinos Fundamental e Médio

31/03/2021 14h04 - Atualizada em 01/04/2021 09h25

Criado para incentivar os alunos a permanecerem em casa durante o avanço da pandemia de Covid-19, o programa Todos em Casa pela Educação completa um ano focado em minimizar o impacto da suspensão das aulas presenciais. A estratégia de transmitir, desde de 30 de março de 2020, aulas gravadas em uma faixa de horário da programação da TV Cultura (Canal 2) alcança estudantes dos ensinos Fundamental e Médio. A metodologia é fruto de uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e Fundação Paraense de Radiodifusao (Funtelpa).

As videoaulas são gravadas no estúdio Sistema Educacional Interativo (SEI) pela equipe de professores do projeto Plataforma Enem Pará, desenvolvida pela Seduc junto com a Sectet, para a realização de várias etapas específicas em preparação para o vestibular, desde o ciclo de aulas até a organização do circuito pedagógico.  

Professor de Química, Thomas Jefferson, comenta que o roteiro de gravação das aulas precisa levar em conta tanto a coerência pedagógica do tema como o uso de recursos midiáticos para enriquecer o assunto. “Eu tento mostrar exemplos do cotidiano. Se vou falar de substâncias que se dissolvem em água ou em gordura, pensamos como podemos mostrar isso na tela para aumentar o interesse dos alunos e, assim, melhorar o aprendizado”, detalha.

Para o professor, o uso de tecnologias digitais também é uma das formas de contribuir nesse processo, e em tempo de redes sociais na ambiência da internet, os professores costumam ser 'marcados' –  em comentários e dúvidas – por estudantes que assistem suas aulas. “É uma mudança que vem ocorrendo na cultura da educação”, comenta o professor Thomas Jefferson. 

A vantagem dos recursos da televisão na transmissão das aulas foi percebida por Antônia Návia Ivo Cavalheiro. Mãe de Messias Cavalheiro Rodrigues, aluno do 6º ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Medio Prof. Santana Marques, no bairro do Mangueirão. Antônia percebeu, por exemplo, que o filho começou a se identificar com algumas matérias transmitidas. “No início estranhava, mas depois começou a acompanhar melhor. Foi uma boa ajuda pra tirar dúvidas, é também por assuntos novos, que incentivavam ele a aprender”, avalia.

A titular da Seduc, Elieth Braga, confirma a importância da parceria com a Funtelpa em um momento tão atípico. "Essencial para que nós obtivéssemos êxito no programa Todos em Casa pela Educação", atesta a secretária.

"Um grande trabalho da equipe que faz a Secretaria de Educação, o SEI e da TV Cultura. Agradeço ao presidente da Funtelpa, Hilbert Nascimento, à diretora da TV, Vanessa Vasconcelos, e todos aqueles que não mediram esforços para junto conosco possibilitar que o programa chegasse a todos os nossos alunos, inclusive com aulas pré-Enem", enfatiza a titular da Seduc.

A secretária Elieth Braga afirmou ainda que o citado trabalho, "é motivo de grande alegria e estamos juntos neste grande caminhar levando por todo interior do nosso Pará as nossas videoaulas".

Hilbert Nascimento, por sua vez, entende que a parceria com a Secretaria deve continuar inclusive depois do fim da pandemia, e revela que já estava nos planos da emissora ter uma faixa da programação exclusiva para fins educacionais. 

"Um ano atrás eu e a secretária Elieth Braga vimos um grande desafio pela frente: como atender a necessidade dos alunos da Rede Pública Estadual no sentido de não perder o foco no conteúdo educacional, visto que a pandemia se iniciava e nós não tínhamos a noção de quanto tempo isso ia durar. Ao conversar com o governador Helder Barbalho ele, muito sensível à questão, prontamente nos apoiou e nos incentivou para que nós pudéssemos criar esse formato", recordou o presidente da Funtelpa. 

A partir da autorização do governador, as aulas já produzidas pelo SEI, à época, geradas apenas para sua rede de cobertura do programa, ganharam também espaço na programação da TV Cultura do Pará. 

"O resultado foi extraordinário. É um serviço, um produto, uma oportunidade que damos aos alunos de acompanhar aquele conteúdo que era dado em sala de aula, e se manter atualizado. Acho que é uma decisão que não tem mais volta, é um conteúdo que agrega demais e fortalece muito a grade de programação. Esperamos que a união entre Seduc e Funtelpa seja eterna", finaliza Hilbert.

SERVIÇO

A transmissão ocorre pela TV Cultura do Pará, Canal 2, e pelo site da emissora, (www.portalcultura.com.br), o que possibilita aos alunos o acesso tanto pela televisão aberta quanto pela internet, incluindo o aparelho celular.

A TV Cultura transmite as aulas de segunda a sexta, das 15h30 às 17h30, e no sábado, de 11h às 13h, para alunos dos anos finais do Ensino Fundamental e para o Ensino Médio. A programação das aulas durante a semana pode ser acompanhada nas redes sociais da Seduc.

Por Carol Menezes (SECOM)