Governo do Estado entrega mais de 100 cestas de alimentos aos moradores do bairro do Jurunas

Ainda esta semana, 12 instituições sociais serão contempladas em Belém, Ananindeua e no Nordeste paraense

11/05/2021 15h27 - Atualizada em 11/05/2021 15h59

A gratidão é o principal sentimento no coração de Valdirene Nascimento, moradora do Jurunas, em Belém, e uma das mais de 100 contempladas com as cestas de alimentos doadas na manhã desta terça-feira (11) pela Ouvidoria Geral do Estado a três instituições sociais do bairro. No início da pandemia da Covid-19, ela decidiu pedir demissão para se dedicar aos cuidados da mãe, que é idosa, e tem vivido momentos difíceis.

“Tem gente que fala que é apenas uma cesta básica, mas nem imagina o quanto ajuda as famílias que não tem muita coisa. Eu sou imensamente grata por essa oportunidade. Até que enfim alguém olhou por nós. É difícil ter com quem contar em um momento de dificuldade, e o Governo está mostrando que podemos contar com ele, porque entende que a fome não espera”, relata Valdirene.

Desde o mês de abril de 2021, o Governo do Estado retomou a estratégia de abrigar pessoas em situação de rua e conta com a parceria de doadores da iniciativa privada para entregar cestas de alimentos, que também são distribuídas a instituições que fazem acolhimento a famílias em situação de vulnerabilidade social.

O Ouvidor Geral do Estado, Arthur Houat, explica que o intuito das ações é diminuir o impacto dos reflexos do coronavírus na vida dos paraenses. “A segurança alimentar é fundamental para a dignidade das pessoas. Ao trazer o alimento, também fortalecemos a esperança das pessoas. Não fazemos nada sozinhos, queremos continuar firmando parcerias com a iniciativa privada para garantir ajuda a quem precisa. Esse sentimento de solidariedade não pode parar”, destaca.

Ainda esta semana, 12 instituições sociais serão contempladas em Belém, Ananindeua e Nordeste paraense. Na próxima semana, cestas de alimentos serão distribuídas no sul do Pará. Ao todo, a previsão é de que sejam entregues mais de 2 mil cestas. 

INSTITUIÇÕES SOCIAIS

O Grupo Para Valorização, Integração e Dignificação do Doente de AIDS (Paravidda) foi a primeira instituição do bairro do Jurunas a participar da ação nesta manhã. Foram 50 cestas de alimentos doadas pela Ouvidoria do Estado.

A assistente social do Grupo, Eliane Coimbra, explica que a organização atende pessoas soropositivas para o HIV ou doente de AIDS em extrema vulnerabilidade social. “Essa iniciativa é muito importante, porque vivemos de doações e tem sido muito difícil de conseguir ajuda em meio à pandemia, porque todos estão enfrentando inúmeras dificuldades. Essas doações mostram o governo mais próximo da população que precisa”, ressalta.

O Centro Comunitário Paulo Roberto, que realiza ações sociais para moradores de oito ruas do bairro do Jurunas, recebeu 22 cestas. A presidente da instituição, Joana Batalha, ressalta que foi a primeira vez que o Centro recebeu ajuda do poder executivo estadual. “É maravilhoso e uma honra pra todos nós receber essas cestas, que vão ajudar mais de 20 famílias. Esse governo é presente mesmo”, afirma.

A dona de casa, Helen Guedes, foi uma das contempladas na ação da Ouvidoria do Estado em parceria com o Centro e conta que a maior dificuldade vivida pela sua família, desde o início da pandemia, é a falta de alimentos. “Tudo o que vem, é muito bem-vindo. Essa cesta é uma benção nas nossas vidas. Somos só felicidade e gratidão. O nosso governador é nota 10, está realmente se preocupando com a gente”, assegura.

Helen Santos é representante de uma das Lideranças Comunitárias do Jurunas e junto a Ouvidoria fez a distribuição de 30 cestas de alimentos para famílias em vulnerabilidade do bairro.

“Ajudar o próximo é a principal iniciativa do nosso grupo. Receber essas cestas de alimentos é maravilhoso. Em outras gestões, sabemos o quanto era difícil de conseguir qualquer ajuda e com a gestão atual é diferente. Nós conseguimos resposta. Que Deus abençoe e dê em dobro a todos que contribuíram para esse momento”, fala emocionada, a representante.

DOAÇÕES

A Escola Superior de Educação Física da Universidade do Estado do Pará (Uepa) continua sendo o principal ponto de recebimento de doações, de domingo a domingo, das 8 às 17 h, com sistema de entrega drive-thru, garantindo total segurança aos doadores. A Escola fica na Avenida João Paulo II, entre as travessas Timbó e Vileta, bairro do Marco. Empresas que puderem fazer doações em grande escala, podem procurar diretamente a Ouvidoria Geral do Estado.

Por Giovanna Abreu (SECOM)