Setur realiza visita técnica para elaboração do Plano de Marketing do Tapajós

17/05/2021 20h06 - Atualizada em 17/05/2021 21h23

Uma comitiva de técnicos da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) concluiu, neste sábado (15), visita técnica para subsidiar com dados e pesquisa de campo o plano de ação, os indicadores e a versão preliminar do Plano de Marketing do Tapajós. Ao longo de uma semana foram visitados Alter do Chão, Santarém, Belterra, comunidades de Jamaraquá e Maguari Floresta Nacional do Tapajós (Flona), e ainda o Parque Estadual de Monte Alegre (PEMA)

Os profissionais da secretaria foram acompanhados de consultores da GMR Inteligência de Mercado, empresa licitada e contratada em 2018 para elaboração do plano. Para o secretário de Estado de Turismo do Pará, André Dias, “a região do Baixo Tapajós já está pronta para receber turistas, tem uma boa rede hoteleira, boas agências de turismo, muitos passeios, muita atratividade e muitos produtos turísticos”.

Porém, ele explica que é preciso se manter competitivo no mercado. “Uma boa estratégia de marketing, ou seja, como nós vamos divulgar e atrair esses turistas para a região, e constantemente, melhorar produtos, serviços e atendimento a esse turista. Estamos conectados com as tendências de mercado, as novas circunstâncias. O Plano integra os novos produtos, oportunidades e desafios que surgem. Uma ação direcionada para uma das regiões mais ativadas aqui no Pará”, garante Dias.

A validação do Plano de Trabalho e Análise Diagnóstico do Plano de Marketing do Tapajós foram realizadas no último dia 14 de abril, em uma oficina com vários atores locais, entretanto algumas questões ficaram em aberto. “Nessa ocasião nós percebemos a necessidade de voltar a região pra validar alguns itens e também para conversar com o trade local sobre o novo cenário da pandemia, até pra saber como foi feito o rearranjo da atividade. Além disso, tínhamos pendente uma pesquisa de demanda turística, que por conta da pandemia, precisou ser adiada”, explica a técnica da Setur, Julianna Saraiva.

A coordenadora de Marketing e Promoção da Setur, Rhuanne Pereira, informa que já foram ouvidos diversos setores da sociedade como trabalhadores e prestadores de serviços do turismo, comunidades tradicionais, associações, pesquisadores e estudantes da área. “Na audiência de validação dos produtos iniciais entregue pela GMR, tanto a pesquisa de demanda e as entrevistas com os atores da região, a gente percebeu algumas lacunas até por conta da questão da pandemia, que afetaram diretamente o turismo. Estamos fazendo uma série de visitas técnicas que envolve a cadeia produtiva do turismo. O objetivo é conseguir fazer essa troca de informações e ter um olhar mais alinhado ao que corresponde a realidade e mais apurado de como está o turismo nessa região atualmente”, conclui a coordenadora.


Por: Israel Pegado (Ascom Setur)

Por Governo do Pará (SECOM)