Polícia Militar inicia Operação Comando Supremo em 27 bairros de Belém

Trabalhar para continuar reduzindo os índices de criminalidade é o objetivo da operação, que conta com apoio do Graesp, Detran e Guarda Municipal

10/06/2021 20h47 - Atualizada em 11/06/2021 00h24

Com 404 policiais militares, 116 viaturas e 56 motocicletas foi deflagrada pela Polícia Militar, nesta quinta-feira (10), a Operação "Comando Supremo", no Portal da Amazônia, no bairro do Jurunas, em Belém. As ações ostensivas são realizadas em 26 bairros da capital, com a parceria de agentes do Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp), Departamento de Trânsito (Detran) e da Guarda Municipal de Belém. O objetivo é manter a redução dos índices de criminalidade, proporcionando mais segurança à população.

De acordo com o comandante de Policiamento da Capital I, coronel Getúlio Rocha, a operação será implantada com base no policiamento ostensivo direcionado, com ações planejadas conforme a necessidade de cada área. As estatísticas, e principalmente as denúncias realizadas pelo cidadão, vão servir como base para as ações.

Serão realizadas as operações Barreira, Saturação, Incursão e Pontos Base Estratégicos (PBE) em locais e horários específicos, conforme as estatísticas de segurança pública. Ainda de acordo com o comandante do CPC I, mais de 1 milhão de pessoas serão diretamente beneficiadas na operação, que não tem data de encerramento.

Para a estudante de enfermagem Fabíola Batista, 19 anos, moradora do bairro da Campina, a forte presença policial no Portal da Amazônia chamou a atenção. "Isso é muito importante para conter a violência. É uma boa iniciativa", afirmou.

Também é o que pensa a costureira Márcia Cristina Vilhena, 52 anos, que aproveitou o policiamento reforçado para passear à tarde ao lado da neta, Cecília. "Eu acho fundamental esse trabalho da Polícia nos bairros", disse a moradora do bairro de Fátima, também beneficiado.

Superação - De acordo com o comandante-geral da PM, coronel Dilson Júnior, a meta é manter e superar a redução da criminalidade no Pará. "Os bons resultados são fruto do trabalho sério desenvolvido pelos comandos operacionais por meio da tropa, que tem respondido bem. A operação 'Comando Supremo' conta com reforço, inclusive, de todo o efetivo administrativo dos quartéis envolvidos. Com isso, esperamos reduzir cada vez mais os índices de criminalidade na capital e em todo o Estado", ressaltou.

O comandante destacou, ainda, a importância da participação do cidadão na segurança pública. "A comunidade sempre foi nossa parceira, por meio do 181 e do 190, e com essa interação, com certeza, vamos trazer cada vez mais um clima de paz para o nosso Estado", garantiu o comandante.

Nesta quinta-feira, cerca de 430 agentes de segurança pública foram mobilizados na Operação Comando Supremo, que incluiu o Graesp, 18 agentes da Guarda Municipal de Belém e seis agentes do Detran.

Por Taiane Figueiredo (PM)