Termina na sexta-feira (18), o prazo para o credenciamento de novos parceiros do Forma Pará

Programa visa à expansão do ensino por todo o estado com a oferta de cursos superiores.

14/06/2021 11h24

Vai até a próxima sexta-feira (18), o prazo, já prorrogado, para o credenciamento de organizações da sociedade civil, interessadas em celebrar parcerias na área de educação superior, por meio da oferta de cursos de graduação, nas diversas regiões paraenses. Os critérios para o credenciamento foram estabelecidos no edital de chamamento público no 05/2021, exposto no Diário Oficial do Estado (DOE), do dia 5 de maio, pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica.

Na prática, o edital possibilita que as instituições de ensino superior (IES) privadas, possam se credenciar para realizar ações de apoio ao Forma Pará. O Programa, gerido pela Sectet, visa à expansão do ensino, por todo o estado, com a oferta de cursos superiores em municípios que não possuem campi das universidades públicas ou que tenham demanda para determinado curso que não é ofertado ali.

O Forma Pará é um dos principais programas do órgão. Lançado em 2019, o programa já conta com a parceria de todas as IES públicas presentes no estado. Entretanto, observou-se a necessidade de novas parcerias para que as demandas dos municípios fossem atendidas, tendo em vista que alguns municípios e regiões, fogem ao alcance dos atuais parceiros para cursos extremamente demandados, como enfermagem, odontologia e direito.

O intuito é ampliar a oferta de cursos superiores no Pará, com a finalidade de melhorar o tripé científico no estado, composto por ensino, pesquisa e extensão. As instituições interessadas, atendidos os requisitos legais descritos no edital, deverão apresentar requerimento de credenciamento, acompanhado de toda a documentação detalhada exigida, até às 23:59h do dia 18 de junho, por meio do e-mail ies.credenciamento@gmail.com

Serviço: O edital completo está disponível na área “Editais” do site www.sectet.pa.gov.br

Por Fernanda Graim (SECTET)