Obra do poeta e advogado santareno Ruy Barata é lançada nesta sexta-feira (25) no Gasômetro

Cerimônia às 19h, terá a participação dos artistas Nego Nelson, Bob Freitas, Andréa Pinheiro; e dos jornalistas, Edgar Augusto Proença; e Tito Barata, filho de Ruy

24/06/2021 14h17 - Atualizada em 24/06/2021 15h38

Estátua do poeta, advogado e compositor Ruy Barata no jardim da antiga residência dos governadores do estado, em São Brás, Belém O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), lança nesta sexta-feira (25), o livro "Anjo dos abismos e outras linhas", do poeta, político, advogado, professor e compositor santareno Ruy Barata (1920 - 1990). A cerimônia acontece às 19h, no Teatro Estação Gasômetro, e contará com uma roda musical e de conversa sobre a vida e a obra de Ruy, com participação dos artistas Nego Nelson, Bob Freitas, Andréa Pinheiro; do jornalista e radialista, Edgar Augusto Proença; e do filho de Ruy, o jornalista Tito Barata.

A obra foi o livro de estreia de Ruy na poesia nacional e, na atual edição, lançada pela Editora da Secult, terá material inédito. O lançamento homenageia o aniversário do poeta que completaria 101 anos de idade, neste 25 de junho de 2021.

Cássio Tavernard, diretor do Departamento de Editoração e Memória (DEM), destaca que o livro celebra o ano das comemorações do centenário do autor. “A obra compõe a trilogia da obra poética do Ruy, editada pelo selo editorial da Secult, junto com ‘Antilogia’ e ‘A linha imaginária e outras linhas’. Um belo presente para o homenageado e para a literatura paraense”, pontuou.

Impresso pela primeira vez em 1943, o livro estava esgotado há algumas décadas. A edição atual contará com conteúdo extra, que inclui poemas inéditos publicados apenas na revista literária Terra Imatura (1938 -1942), um posfácio da Lília Chaves, professora e doutora em Teoria Literária; entrevistas e a críticas de estudiosos sobre Ruy Barata e sua obra.

“É um prazer muito grande ter tido a oportunidade de coordenar, editorialmente, a trilogia poética do Ruy, que é meu pai, uma obra que eu conheço profundamente. Para mim, é uma satisfação enorme porque demandou muito trabalho, foi mais de um ano de pesquisa para essa nova edição, por isso, não é um relançamento, ela traz materiais inéditos e ricos. Eu tive a colaboração de toda família Barata, meus irmãos, sobrinhos, netos, as professoras Marinilce Coelho e Lília Chaves e, pela Secult, o Cássio Tavernard e José Antônio Oliveira, que é o encarregado pelo projeto gráfico”, destacou o jornalista Tito Franco.

"O centenário do nascimento de Ruy Barata não pôde ser celebrado em 2020 com a dimensão merecida, por conta da pandemia. Criamos um selo comemorativo do centenário na 24ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes - que foi adiada - e nossa intenção era lançar “Anjo dos Abismos” para o grande público, envolvendo uma ampla programação voltada para celebrar a vida e a obra desta personalidade gigante da cultura brasileira, que deixou sua marca na política, na literatura e na música. Fazer o lançamento desta obra literária, que teve edição tão cuidadosa, é uma alegria e uma honra para o Governo do Estado, por meio da Secult ”, ressaltou a secretária de Cultura do Pará, Ursula Vidal.

Por Governo do Pará (SECOM)