Jiu-Jitsu do Pará brilha nos tatames em competições promovidas no Rio de Janeiro

Atletas paraenses financiados com recursos de lei de incentivo, pela Seel, foram destaque com várias medalhas de ouro e bronze em dois certames

25/08/2021 14h17 - Atualizada em 25/08/2021 15h56

Eduarda Sousa Lima é faixa-marrom e consagrou-se campeã no Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu, da Confederação Brasileira A faixa-marrom Eduarda Sousa de Lima foi campeã na categoria pena/até 58kg/GI, e a faixa-roxa Vitória Gabriela dos Reis ficou com a medalha de bronze na categoria médio/até 69kg/GI, no Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu, promovido pela Confederação Brasileira de Jiu-Jitsu (CBJJ), no último final de semana, na Arena Poliesportiva Cel. Wenceslau, do Parque Olímpico da Vila Militar de Deodoro, na cidade do Rio de Janeiro.

E no velódromo do Parque Olímpico, quatro atletas da modalidade conquistaram três medalhas de ouro e uma de bronze na Copa Carlson Gracie, realizada pela Federação de Jiu-Jitsu do Estado do Rio de Janeiro. Os atletas participaram das competições com o apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel).

Natural de Santa Maria do Pará, Eduarda Lima conquistou a medalha de ouro no Sul-Americano em luta com a representante de São Paulo, Maynne Freitas.

“É um título de muito reconhecimento em uma competição de alto nível. Sem o apoio da Seel não teria sido possível chegar até a competição. Sem dúvida foi um apoio imprescindível e fico muito feliz em poder contar com a secretaria e poder representar meu estado”, disse a atleta, que atualmente reside em Ananindeua e treina na modalidade há oito anos.

A atleta Vitória Gabriela avaliou positivamente sua participação no evento. “Tive um ótimo desempenho nesta competição, com novas experiências”, ressaltou a medalhista de bronze.

LEI PELÉ

A faixa-roxa Vitória Gabriela dos Reis ficou com a medalha de bronze no Campeonato Sul-Americano de Jiu-Jitsu, no Rio de JaneiroE na Copa Carlson Gracie, no dia 14, a faixa-laranja Heloisy Diniz ficou com o ouro da categoria médio/até 56kg/GI; a faixa-cinza Andressa Stefany conquistou o ouro na categoria leve/até36kg/GI, e ainda uma de ouro na mesma categoria no Campeonato dos Estreantes; e o faixa-laranja Ricardo filho, o Zito, foi medalhista de ouro na categoria super-pesado/até 65kg/GI; o faixa-preta Reryson Sousa ficou com a medalha de bronze da categoria médio/até82kg/GI. 

“Me senti muito alegre com esse resultado, pois treinei bastante, e inclusive, através desse desempenho na Copa, fui convidado para treinar em uma academia no Rio de Janeiro”, contou Ricardo Filho.

Os recursos financeiros concedidos aos atletas para participarem das competições na capital fluminense foram viabilizados por meio da Lei 9.615, conhecida como a Lei Pelé.

“Esses resultados são de grande importância, pois os atletas estão levando o nome do nosso estado para todo o Brasil e é esse o nosso papel: estar apoiando o esporte paraense para incentivar cada vez mais essas conquistas”, destacou o secretário-adjunto de Esporte e Lazer, Vitor Borges. 

*Texto de Paula Portilho (Seel).

Por Governo do Pará (SECOM)