Detran apreende 17 motocicletas irregulares em Abaetetuba

Com o apoio de agentes municipais de fiscalização e policiais militares, equipes do Detran realizam ações voltadas a garantir segurança viária e evitar acidentes

05/09/2021 15h51 - Atualizada em 05/09/2021 17h08

O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) reforçou o efetivo em Abaetetuba, no Baixo Tocantins, para coibir crimes de trânsito durante o feriado prolongado de 7 de Setembro. Na madrugada deste sábado (5), os agentes de fiscalização apreenderam 17 motocicletas irregulares que circulavam pela sede municipal. Os veículos estavam sem lacre e placa, e com licenciamento atrasado. Veículos apreendidos por fiscais do Detran em AbaetetubaA operação se concentrou na Avenida Dom Pedro II, no centro da cidade, e foi realizada em conjunto com agentes municipais de fiscalização e policiais militares. O objetivo é garantir segurança viária e evitar acidentes. A motocicleta é um dos principais veículos utilizados em Abaetetuba, conhecida como uma das cidades paraenses com maior concentração desse tipo de veículo.

Oito agentes do Detran integram a operação no município durante todo o feriado. A fiscalização visa apreender motocicletas com descarga adulterada (que provocam poluição sonora), roubadas e furtadas. Todas as motos apreendidas foram removidas ao parque de retenção do Departamento em Abaetetuba, e só poderão ser retiradas mediante a regularização do veículo.

Além de averiguar a procedência dos veículos e combater a poluição sonora automotiva, a operação do Detran combate a alcoolemia, mediante aplicação do teste do etilômetro, que mede o teor alcoólico na corrente sanguínea.

Flagrantes - Segundo o agente Rosemiro Maués, do Detran, neste primeiro dia de operação houve flagrantes de condutores dirigindo sob o efeito de bebida alcoólica, porém não foi registrado crime de trânsito. “Pedimos aos moradores que evitem sair às ruas de forma irregular, pois, além de colocar em risco a vida da população, as situações que envolvem crimes de trânsito implicarão na prisão do condutor”, alertou.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), desrespeitar as normas quanto ao limite do som automotivo é uma conduta grave, que gera cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), multa de R$ 195,23 e também a possibilidade de ter o veículo retido para regularização.

No caso de dirigir alcoolizado, a multa é de até R$ 2.934,70, além de suspensão do direito de dirigir e retenção do veículo.  A Operação 7 de Setembro em Abaetetuba e outros 23 municípios continua até o próximo dia 09 (quinta-feira).

Por Leidemar Oliveira (DETRAN)