Programa 'Sua Casa' transforma lares de mais de 220 famílias em Cametá

O benefício, já distribuído em todas as regiões, atendeu famílias que têm integrantes com deficiência

10/09/2021 18h19 - Atualizada em 10/09/2021 18h59

Governador Helder Barbalho foi a Cametá entregar os benefícios para mais de 200 famíliasAo priorizar o atendimento para famílias carentes e com pessoas com deficiência, nesta sexta-feira (10) o governo do Estado beneficiou 229 famílias de Cametá, no Baixo Tocantins, com os recursos do "Sua Casa". O programa habitacional estadual concede até R$ 21 mil para construção, reconstrução e ampliação de casas de famílias que se encaixam nos critérios estabelecidos. 

O governador Helder Barbalho entregou o benefício do programa para as famílias durante agenda de trabalho no município. O chefe do Executivo explicou que o "Sua Casa" garante dois benefícios: um para a aquisição de material de construção e outro para ajudar no pagamento da mão de obra empregada na construção.

"Hoje entregamos o ‘Sua Casa’ para mais de 220 famílias, com o recurso do governo do Estado para melhorar a estrutura das casas. Para essas famílias, eu digo que utilizem com sabedoria. O benefício ajuda para conseguir o material de construção e para pagar o pedreiro. Dessa forma, vamos transformar a realidade da habitação dos moradores", destacou Helder Barbalho.

Somente na ação de hoje, 18 famílias com pessoas com deficiência foram contempladas. Uma das beneficiadas foi Maria Suely Batista Cardoso, 58 anos, cuja rotina é costurar e fazer crochê para garantir renda e sustentar a família. O sonho da cametaense é morar em uma residência melhor. "Eu não tenho condições de construir sozinha, mas fico muito feliz de receber essa ajuda para construir minha casa", contou.Uma das prioridades do 'Sua Casa' é beneficiar pessoas com deficiência

Os investimentos na política habitacional, por meio do "Sua Casa", estão sendo expandidos para todas as regiões. Segundo estimativas da Cohab (Companhia de Habitação do Pará), o benefício já contemplou mais de 70 mil pessoas, no período de 2019 até julho de 2021, em todo o território paraense.

Para a moradora Cristiane Moraes Santos, o benefício vai ajudar a garantir uma casa com mais estrutura para o filho, diagnosticado com transtorno do espectro autista. "O meu desejo de garantir que o meu filho tenha uma casa melhor vai ser realizado. Eu tenho esperança que, com essa ajuda, tudo vai melhorar para nós. Construir um quarto pra ele era um sonho para toda a nossa família", disse a dona de casa. Maria Sueli Batista Cardoso é uma das beneficiadas pelo programa do governo do Estado

De 2019 até hoje, o "Sua Casa" contemplou 302 famílias que tem algum integrante com deficiência. O atendimento a pessoas com deficiência é uma das prioridades do programa. 

Critérios - Para receber os benefícios, os candidatos devem atender aos critérios estabelecidos em lei para serem inscritos. Após a inscrição, a Cohab seleciona gradativamente os inscritos com base na ordem de prioridades previstas nas diretrizes do programa.

À medida que os candidatos são selecionados, a equipe de engenheiros da Companhia inicia o processo de avaliação e diagnóstico das moradias. Em seguida, a próxima fase consiste na análise socioeconômica do setor de assistência social da Companhia, momento em que os técnicos averiguarão a real condição social dos candidatos.Cristiane Moraes de Santos e João Carlos Moraes Pereira mostram o comprovante dos recursos

Por Ronan Frias (COHAB)