Consolidação do equilíbrio fiscal garante pagamento da primeira parcela do 13º salário aos servidores estaduais

Essa é a terceira vez que o Estado adianta 50% dos valores que antes eram pagos apenas no período natalino

13/09/2021 17h20 - Atualizada em 13/09/2021 17h27

Servidores do Estado ativos e inativos receberão, nos dias 5, 6 e 7 de outubro, a primeira metade do 13º salário de forma antecipada. O anúncio feito pelo governador Helder Barbalho, juntamente com a secretária de Planejamento e Administração, Hana Ghassan, vai beneficiar 147 mil servidores públicos, injetando mais de R$ 407 milhões que contribuirão para o aumento da renda e da economia local. 

“Especialmente no período do Círio, a antecipação do 13º salário ajuda bastante, pois é um momento de muita tradição junto com nossos familiares. Com esse dinheiro, podemos nos programar melhor. Sem dúvida, uma excelente iniciativa do Governo do Pará”, disse o servidor Alex Silveira. 

A medida só foi possível devido ao trabalho executado pela atual gestão, que consolidou o equilíbrio fiscal e obteve bons indicadores de arrecadação, o que gera menos custo com a máquina pública.  “O adiantamento traz o beneficio para 147 mil pessoas e com isto injetando em nossa economia, ajudamos e valorizamos os nossos servidores, além de que essa antecipação injetamos recursos em nossa economia, fazendo com que a geração de emprego e renda possa ampliar em nosso Estado. Parabéns a toda equipe do Governo pelo equilíbrio fiscal, que permite com que, desde 2019, nós estejamos antecipando o 13º no período do Círio”, enfatizou Helder Barbalho. 

O equilíbrio fiscal conquistado pelo Governo do Pará permite, pela terceira vez, que 50% dos valores sejam pagos no início do mês de outubro, o que antes era praticado apenas próximo ao período natalino. 

“Buscamos sempre obter melhorias no serviço público para alcançar mais avanços na prestação de serviço à sociedade e a busca pela valorização do funcionalismo público. A antecipação da metade do 13º salário é o resultado do trabalho da gestão, que prioriza e reconhece o papel do servidor, e isso aconteceu com o controle das contas públicas, em especial as despesas com pessoal, o que permite a medida e também um bom planejamento e bom controle dos gastos, que é essencial”, ressaltou Hana Ghassan.

Por Governo do Pará (SECOM)