Abertura da Semana Nacional de Trânsito destaca importância de todos na prevenção de acidentes

18/09/2021 13h36 - Atualizada em 18/09/2021 17h11

Demonstrativo da equipe de fiscalizaçãoA Semana Nacional de Trânsito (SNT) 2021 no Pará foi oficialmente aberta na manhã deste sábado (18), pelo Departamento de Trânsito do Estado (Detran). O evento reuniu representantes de órgãos de trânsito, servidores e o público em geral para conhecer a atuação do Detran e discutir estratégias que contribuam para um trânsito mais seguro. Com o tema “No trânsito, a responsabilidade é de todos”, o Detran quer chamar a atenção da população para a responsabilidade coletiva no trânsito.

Na abertura do evento o diretor técnico-operacional do Detran, Bento Gouveia, destacou que o comportamento humano ainda é o principal fator de risco para os acidentes. “Nesses anos todos, temos presenciado melhorias tecnológicas nas vias, na engrenagem dos veículos, nos recursos de sinalização cada vez mais modernos, no entanto o ser humano ainda precisa evoluir. Precisamos ser mais responsáveis, condutor, pedestre, passageiro. Evitar riscos de acidentes precisa ser, definitivamente, uma ação coletiva”, enfatizou.

Momento de diversão e aprendizado para os pequeninos na abertura da Semana Nacional de Trânsito do DetranSegundo o diretor, a alcoolemia, o excesso de velocidade, falta de atenção e o não uso do capacete estão entre as principais causas de acidentes com mortes e lesões graves. Em 2020, no Pará, foram registrados 30.801 acidentes com 17.898 feridos e 1.438 óbitos.

A integração entre os órgãos de trânsito também foi destaque na programação. “Existe uma parceria entre os órgãos de trânsito porque a finalidade é salvar vidas e a Semana Nacional serve para refletirmos que o trânsito deve ser um ambiente de paz e não de guerra”, comentou Marcelino Campelo, responsável pela segurança viária da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Pará. O tenente-coronel do Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual, Jorge Aragão, destacou que o alinhamento na segurança viária passa por três perspectivas, que são a educação, a repressão e a fiscalização.

Passageiros de ônibus são abordados pelos educadores do órgãoO psicólogo e técnico do Detran, Carlos Valente, falou sobre "A II década mundial de ações para a segurança do trânsito 2020/2030", fazendo referência às metas estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU), que definiu como prioridade para a década atual o aumento da segurança no trânsito. O psicólogo fez um apanhado das pesquisas e resoluções que ocorreram nos últimos anos, com resultados positivos para a segurança no trânsito em todo o Brasil, concluindo que a educação é a base para o alcance das metas definidas pela ONU.

Outra palestra foi a de Jailson Silva, gerente do consórcio responsável pela realização da Central de Controle de Operações (Sentinela). Ele relembrou os objetivos iniciais do projeto no controle estatístico do trânsito, previsões de acidentes e análise da frota. Outro resultado do projeto Sentinela é o controle de infrações de trânsito, em que são gerados alertas automáticos de trânsito captados pelas imagens das câmeras. Somente no mês de julho, foram mais de 36 mil registros de excesso de velocidade, cerca de 3 mil localizações de veículos em situação de furto e roubo, e mais de 428 mil irregularidades no trânsito.

Programação

A programação contou com diversas atrações. Entre elas, a apresentação da banda da Polícia Militar, abordagem educativa na via, homenagens aos servidores que ao longo dos tempos vem contribuindo para o atendimento aos usuários do órgão, demonstração do trabalho desenvolvido pela equipe de fiscalização nas rodovias estaduais, e do Corpo de Bombeiros no atendimento a vítimas de trânsito.

Exposição de carros antigosUma das exposições que mais chamou a atenção do público foi a exposição de carros antigos, com apoio da Associação de Automóveis Antigos do Estado do Pará (ASAAP), para o presidente da associação, Vinicius Moura, “é sempre um privilégio participar de eventos e poder mostrar os carros, pra gente é muito importante essa interação com o Detran, pois os veículos fazem parte da história”. Ao todo 28 automóveis participaram da exposição, entre eles uma réplica do Buick, de 1994.

A SNT continua até o próximo dia 25 em Belém e no interior do Estado com abordagens educativas e assinatura de novas ordens de serviço do projeto de Sinalização Viária por Todo o Pará.

Com colaboração deLaís Souza e Israel Marcon.

Por Leidemar Oliveira (DETRAN)