PM incentiva doação de sangue com campanha na sede do Hemopa

Grupos de militares participaram de ato solidário com gesto que ajudará a salvar muitas vidas

21/09/2021 11h41 - Atualizada em 21/09/2021 15h17

Policiais Militares do Curso de Adaptação de Sargento (CAS) integraram a Caravana Solidária doando sangue ao Hemopa, em BelémA Fundação Hemopa e a Polícia Militar do Pará celebram mais uma parceria em prol da vida com a doação de sangue. Nesta terça-feira (21), cerca de 80 estudantes do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cefap), que estão realizando o Curso de Adaptação de Sargento (CAS), apoiaram o projeto “Caravana Solidária”, que disponibiliza um micro-ônibus que faz o transporte de ida e volta a local de origem, dos voluntários da causa solidária.

Três grupos de militares, alternadamente, estiveram na sede do Hemopa, no bairro da Batista Campos. De acordo com o major Alan Rayol da Cunha Paz, essa é uma antiga  parceria com o Comando Geral da Polícia Militar do Pará. “Durante a realização desse curso no Cefap, sob o comando do tenente coronel Arthur Silva, que incentivou a doação voluntária de sangue entre eles, que abraçam a missão de salvar vidas com a doação de sangue”.

Para a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, essas ações de responsabilidade social para a promoção  e incentivo à doação de sangue beneficiam milhares de pacientes que precisam de transfusão de sangue para sobreviver. “Agradecemos todas as parcerias, públicas e privadas, nessa luta diária para manutenção do estoque de sangue. Nosso muito obrigada à Polícia Militar de nosso estado pela parceria em prol da vida”.

Critérios para doação

Cerca de 80 militares contribuiram para o estoque do HemocentroPara doar sangue, os interessados precisam seguir os critérios básicos: ter entre 16 e 69 anos (menores de idade devem estar acompanhados do responsável legal); pesar mais de 50 kg e estar em boas condições de saúde.

No momento do cadastro é obrigatório apresentar documento de identificação oficial, original e com foto (RG, CNH, passaporte ou carteira de trabalho). 

Quem teve Covid-19 também pode voltar a doar, mas precisa esperar 30 dias após a cura. Quem teve contato com pessoas infectadas pelo novo coronavírus deve esperar 14 dias após o último contato. Para quem recebeu a vacina CoronaVac/Sinovac são 48 horas de inaptidão para doação, após cada dose. Já quem tomou as demais vacinas basta esperar sete dias após cada dose.

Por Vera Rojas (HEMOPA)