Ação de Cidadania na Praça do Povo marca o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência

Secretarias de Justiça e Direitos Humanos, de Saúde, de Articulação e Cidadania e de Educação promovem um mutirão de serviços para marcar a data em Belém

21/09/2021 15h08

Identidade exclusiva para pessoas com deficiência e carteiras de gratuidade no transporte foram alguns dos documentos mais procuradosNa data em que se comemora o Dia Nacional da Pessoa com Deficiência, o Governo do Estado levou à Praça do Povo, no Centur, nesta terça-feira (21), diversas atividades de inclusão e uma vasta programação para promover cidadania, saúde e educação. 

As atividades foram feitas de forma integrada pelas  secretarias de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Saúde (Sespa), Articulação e Cidadania (Seac) e Educação (Seduc).

Foram emitidas 60 carteiras de identidade exclusivas às pessoas com deficiência, que permite o registro de sua condição no RG. O documento será entregue na sede da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos, em Belém, no próximo dia 5 de outubro.

Joana D’Arc e Andrei Guilherme chegaram cedo ao Centur para garantir atendimento. Ela informou queria emitir a carteira que dá direito à gratuidade na passagem intermunicipal para o filho de 21 anos, que Síndrome de Down.

“Fui informada desse evento hoje e fico feliz que tenha essa estrutura para nos atender e garantir o direito do meu filho de garantir a passagem gratuitamente”, disse ela.

O secretário de Justiça e Direitos Humanos, José Francisco Pereira, destacou que a Sejudh está empenhada em garantir o acesso à documentação pessoal para todos os cidadãos que recorrem ao Estado.

“É muito importante que todos entendam a importância da Sejudh emitindo carteiras de identidade a essa parcela tão importante da população e que são sujeitos de direitos também”.Identidades serão entregues na Sejudh em cinco de outubro

ARTICULAÇÃO

A Gerência de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência é vinculada à Diretoria de Cidadania e Direitos Humanos e à Coordenadoria de Promoção da Cidadania e Defesa dos Direitos Humanos, da Sejudh. Seu principal objetivo é promover os direitos da pessoa com deficiência em todo o Estado, por meio da integração e articulação de políticas, programas e ações transversais de direitos humanos.

“São desenvolvidas ações – em articulação e parceria – com o poder público, empresas e sociedade civil, por meio de formulação e implementação de projetos, seminários, encontros, oficinas, workshops, palestras, rodas de conversas, dentre outras, visando a disseminação na sociedade dos direitos da PcD. Além disso, acompanha as ações desenvolvidas pelo Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência”, afirmou o gerente da GDPcD, Eduardo Benigno. 

Atuando na área dos Direitos Humanos há muito anos, a atual Diretora de Cidadania e Direitos Humanos da Sejudh, Janaína Renée, ressaltou a importância da Sejudh na articulação de políticas públicas para as PcD.

“A transversalidade da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos é o que faz com que consigamos atender a todas as pessoas sem distinção e garantir a elas cidadania e direitos humanos”, disse ela. 

Por Gerlando Klinger (SEJUDH)