Bairros contemplados pelo TerPaz apresentam redução na criminalidade no mês de setembro

Segup informa que não houve registros de crimes violentos como homicídio e latrocínio em bairros de Belém e Marituba, assistidos pelo Programa

24/09/2021 12h12

Reforço na segurança e ações estratégicas de combate à criminalidade vêm apontando redução dos índices de crimes cometidos nos bairros contemplados pelo Programa Territórios pela Paz, implantado pelo Governo do Pará. Os bairros Icuí-Guajará, em Ananindeua; Centro, em Marituba, Benguí, Cabanagem, Guamá, Jurunas, Condor e Terra Firme, em Belém (todos na Região Metropolitana), apresentam diminuição das ocorrências de crimes, ao longo de quase dois anos das ações ostensivas realizadas pelos órgãos de Segurança Pública. 
 
De acordo com dados divulgados pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), por meio da Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac), no período de 1º a 21 de setembro, deste ano, quando comparado com o mesmo período do ano passado, nos bairro da Cabanagem Jurunas, Condor, em Belém e Icuí-Guajará, em Marituba, não houve registros de Crimes Violentos Letais e Intencionais (Cvli), que englobam homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte. 

Já em relação ao crime de roubo, nesse mesmo período, os números apontam queda de 17% no bairro do Bengui, 56% na Cabanagem, 6% na Condor, 26% no Guamá e de 51% no Centro, em Marituba. 

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Ualame Machado, atribui as reduções ao fortalecimento do policiamento nos bairros e à repressão qualificada, destacando o trabalho e a realidade dos bairros antes das ações contempladas pelo TerPaz. 

"Podemos perceber que nesses bairros é muito grande a redução que constatamos desde o início do projeto, ainda ano de 2019. Alguns bairros destaques, inclusive alguns que eram conhecidos pelos números de homicídios e latrocínios e que se quer apresentaram esse número em setembro. Número de zero em alguns bairros, como Jurunas e Bengui, que eram manchados pelo número de homicídios. Conseguimos com muito trabalho reduzir esses números, sabendo que o trabalho ainda precisa ser feito, porém acreditamos que estamos no caminho correto e que a redução está vindo,  cada vez que trabalhamos mais pelo Terpaz e com a inauguração das usinas dos Territórios pela Paz certamente iremos melhorar muito mais esses índices.", ressaltou o secretário. 

Por Walena Lopes (SEGUP)