Estado irá fornecer gratuitamente absorventes íntimos às meninas e mulheres em vulnerabilidade social

Pobreza menstrual impede mulheres e meninas na interação social, de ir ao trabalho e frequentar a escola. Estudantes da rede pública estadual estão entre as beneficiadas por ação da Fundação ParáPaz

13/10/2021 09h42 - Atualizada em 13/10/2021 11h56

Todos os meses meninas e mulheres passam por um processo natural: a menstruação. A falta de acesso a absorventes íntimos faz com que muitas meninas e mulheres deixem de frequentar escola, trabalho e atividades diárias durante o período menstrual para ficar em casa, ou seja, prejudicando a saúde, a educação e a interação social. 

Com o intuito de oferecer condições mínimas para a garantia da dignidade àquelas que estão em vulnerabilidade social, o Governo do Pará, através da Fundação ParáPaz, fornecerá gratuitamente absorventes íntimos a partir do “Entre Elas”, projeto já em execução durante as ações itinerantes de cidadania, na Região Metropolitana de Belém e interior. 

Neste primeiro momento, a ideia é fornecer os produtos mensalmente para as assistidas das unidades da Fundação ParáPaz integradas às Delegacias da Mulher (Deam) e Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e ao Adolescente (Deaca); usuárias dos polos bairros (unidades que proporcionam atividades à população de todas as idades); durante as ações itinerantes do “Entre Elas” e, também, às estudantes da rede estadual de ensino. 

“Levaremos em consideração a quantidade ideal e a qualidade do produto. Para contemplar as estudantes, assinaremos um termo de cooperação técnica com a Secretaria de Educação, que será a responsável pela distribuição nas escolas estaduais”, informou a assistente social Bruna Castelo, coordenadora da iniciativa. 

Segundo Bruna, a previsão é que a primeira entrega seja no mês de dezembro, ainda este ano, tempo estimado para o cumprimento de prazos, como a realização de licitação e aquisição dos produtos.

Por Nathalia Mota (PARAPAZ)