Polícia Civil promove ação de incentivo à prevenção do câncer de mama e próstata

A ação ocorreu na Praça Batista Campos, com serviços de saúde e emissão de documentos à população

23/10/2021 15h27 - Atualizada em 23/10/2021 18h53

A ação na Praça Batista Campos foi direcionada a homens e mulheresCom o objetivo de orientar e conscientizar os servidores da instituição e a sociedade sobre a prevenção do câncer de mama e de próstata, a Polícia Civil, por meio da Diretoria de Atendimento ao Servidor (DAS), com o apoio da Diretoria de Identificação (Didem), promoveu a ação “Movimento Rosa e Azul”, alusiva às campanhas Outubro Rosa e Novembro Azul, na manhã deste sábado (23), na Praça Batista Campos, em Belém. 

Quem passou pela praça e pelo espaço da PC, além de receber folders informativos, pôde aferir a pressão arterial, fazer testes de glicose, caminhadas, alongamentos e danças com a equipe da DAS. No local também foram emitidas carteiras de identidade.Para o delegado-geral da Polícia Civil, Walter Resende, que esteve presente durante a ação, a participação ativa da instituição, com a parceria de outros órgãos do governo do Estado nas campanhas de prevenção, é de extrema importância. “Estamos promovendo esta ação visando orientar nossos servidores, bem como toda a sociedade. Aproveitamos a manhã de sábado, em que muitos frequentam a praça, para oferecer os serviços, orientação e a emissão de documentos para aqueles que precisam”, ressaltou Walter Resende.

Cuidado – A titular da DAS, delegada Socorro Bezerra, também falou sobre a importância da prevenção. “Em nosso dia a dia estamos sempre preocupados em cuidar da saúde dos servidores, e da população em geral, por isso lançamos esse movimento de conscientização. Trouxemos nossos profissionais de saúde para juntos reforçarmos os cuidados, tanto em relação aos exames, quanto a nossa saúde mental diante de um diagnóstico, de como lidar e de que com tratamento tem cura. Queremos que todos deem mais atenção a este assunto”, reiterou.Profissionais que participaram da ação de conscientização

A estudante Larissa Carneiro aproveitou a ação para receber orientações, fazer o teste de glicose e emitir a carteira de identidade. “Achei a iniciativa muito importante, de forma que se estendeu a nós, que não somos servidores. Além do novo RG, obtive muitas informações com os profissionais que foram muito atenciosos e promoveram um atendimento rápido e tranquilo”, afirmou. 

A ação contou com a participação de profissionais da saúde, como médicos, psicólogos, fisioterapeutas, enfermeiros, dentistas e assistentes sociais da Diretoria de Atendimento ao Servidor, e continuará sendo realizada nas próximas semanas, nas quartas e quintas-feiras, com atendimento aos servidores em unidades policiais.

Por Roberta Meireles (PC)