Igeprev lança projeto de empreendedorismo para inativos

Ação inédita espera formalizar 500 novos negócios em dois anos

23/11/2021 09h15 - Atualizada em 23/11/2021 09h35

O Instituto de Gestão Previdenciária do Estado (Igeprev) inovou sua forma de atuação e agora aposta no empreendedorismo como ferramenta de fomento à geração de renda e incentivo ao desenvolvimento pessoal dos segurados atendidos pelo órgão.

Em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o instituto lança, na quarta-feira (24), o projeto Empreender para orientar e treinar segurados interessados a abrir seu próprio negócio ou incrementar o já existente. Nos próximos dois anos, período de duração da iniciativa, o Igeprev pretende viabilizar a formalização de 500 novos micro e pequenos empreendimentos.

A oportunidade surge no momento em que o Estado vive o processo de retomada econômica pós-pandemia, recuperando gradativamente o ritmo de contratações depois de perder cerca de 16 mil postos de trabalho no auge da crise sanitária. Setores como comércio e serviços começam a ganhar fôlego, assim como a construção civil, puxada principalmente pela realização de obras públicas, levando o Pará ao topo do ranking da geração de empregos na região norte.

O projeto Empreender nasceu após o Igeprev constatar um número crescente de inativos dispostos a permanecer no mercado de trabalho para reforçar a renda familiar. "Como estou sentindo falta do ambiente de trabalho, dos amigos e dos alunos", desabafou a professora aposentada, Maria de Nazaré Rodrigues. “A gente reza tanto para chegar na aposentadoria e quando ela chega ficamos sem saber o que fazer e por onde seguir". Mas agora, ela pretende dar um novo rumo às finanças entrando no ramo do comércio, aderindo a iniciativa do Igeprev. "Estou pensando em abrir uma lojinha que venda roupa ou alimento, um armarinho. Com essa capacitação, irei saber o terreno que estou pisando."

O Sebrae é responsável pela capacitação dos aposentados e pensionistas interessados em abrir um negócio ou tornar mais lucrativo o que já possuem. O segurado que já trabalha por conta própria recebe todo apoio necessário para se legalizar como microempreendedor individual (MEI).

As orientações técnicas para abertura de negócios, empresas, estratégias de mercado e acesso a crédito, serão repassadas durante atendimentos personalizados, todas às quartas-feiras na sede do Igeprev em Belém. Os interessados devem agendar pelo site www.igeprev.pa.gov.br e escolher se presencial ou remoto. 

“Esse novo serviço que estamos implantando é mais uma etapa do projeto estratégico que visa melhorar a qualidade de vida dos segurados, principalmente para aqueles que ainda se sentem em condições de prosseguir no trabalho por conta própria. Os interessados terão todo o apoio do Igeprev”, garantiu o presidente do Instituto, Giussepp Mendes.

Segundo dados do Sebrae, cerca de 280 mil microempreendedores individuais são responsáveis por 85% dos negócios ativos no estado do Pará.

Por Cácia Medeiros (IGEPREV)