Unidades de coleta de sangue do interior do Pará prestam homenagem aos doadores de sangue

25/11/2021 17h54 - Atualizada em 26/11/2021 10h56

Nesta quinta-feira, 25, Dia Nacional do Doador de Sangue, o Pará esteve em festa para homenagear os voluntários dessa causa solidária. Na hemorrede estadual da Fundação Hemopa, não foi diferente. Além da capital paraense, as comemorações foram realizadas nos Hemocentros Regionais de Marabá, Castanhal e Santarém; e nos Hemonúcleos de Altamira, Tucuruí, Abaetetuba, Redenção e Capanema, que ofereceram uma programação comemorativa variada e cheia de acolhimento aos doadores de sangue.

Doação de sangue no hemocentro de RedençãoNo Hemocentro Regional de Marabá, as homenagens contaram com a participação de grupos de voluntários de instituições parceiras e apresentação da Banda do Exército, que tocou parabéns aos doadores presentes na cerimônia que iniciou com a celebração de culto ecumênico.

Entre o voluntariado que recebeu homenagem, estava o doador de sangue Geocir Rodrigues Moreira, 47, que reside na cidade desde 1990. Em 1993, quando serviu ao Exército, ele participou de uma campanha de doação de sangue, no Hemopa, quando o prédio ainda era na Velha Marabá e, desde então, nunca mais deixou de repetir este ato solidário. “Pra mim ser doador é muito importante. Eu mesmo já precisei um dia e, assim como eu, todo dia tem alguém que precise. Sangue é vida. Sou muito grato ao Hemopa. Vou continuar doando sangue, até quando Deus permitir”. 

A campanha em homenagem ao doador de sangue do Hemopa Marabá teve início dia 22 e se estenderá até o dia 27/11.

Com a mesma dedicação e amor ao próximo, a doadora Maria Palmira Paixão Silva, 64, também salva vidas com seu sangue. “Sou doadora há três anos e meu objetivo é ajudar pessoas que precisam de transfusão de sangue. Enquanto puder, farei a minha parte”, disse a funcionária do  Hospital Regional Público do Araguaia, em Redenção, onde houve solenidade comemorativa aos doadores da cidade com a celebração de missa em Ação de Graças

Também presente na solenidade, o jovem Wilker de Oliveira brito, 24, que atua no setor de Almoxarifado do Regional do Araguaia, agradeceu a homenagem aos doadores da região. “É muito bom lembrar essa data porque nós temos muita importância na vida de outras pessoas que precisam de sangue para sobreviver. Fomos homenageados com brindes, ganhei camiseta em sorteio. Fiquei muito feliz em participar e por ser doador e, assim, contribuir e ajudar ao próximo. Parabéns a todos nós”.

Ação do dia do doadorJá a mobilização no Hemonúcleo de Redenção contou com apoio dos alunos da Faculdade Integrada Carajás (FIC) que realizaram um "Pit Stop" com panfletagem no centro da cidade em alusão ao Dia Nacional do Doador de Sangue. A ação faz parte do Projeto "Aluno Sangue bom" que tem como objetivo conscientizar os alunos e a população em geral à doação voluntária de sangue. A campanha que começou dia 23 vai até dia 3/12.

No Hemocentro Regional de Santarém as homenagens aos doadores de sangue foram contagiantes. A programação contou com a participação da Banda do Exército, lanche especial, distribuição de camisetas e presença de grupos de doadores de instituições parceiras.

Como exemplo de solidariedade, o gerente do Hemopa Santarém, o administrador Joaquim Azevedo, aproveitou a oportunidade e realizou mais uma doação de sangue para marcar as comemorações. “Estamos passando por mais um ano desafiador, mas graças a Deus, estamos superando. Só temos a agradecer as parcerias, nossos amigos e os doadores que sempre vêem ao Hemocentro de Santarém. O dia 25/11, é uma data muito importante pra gente. É uma forma de retribuir e agradecer a todos que  dedicam um tempo para salvar vidas. Agradecemos a todos e obrigado”. A campanha começou dia 22 e se estenderá até o próximo sábado.

Solenidade em Santarém em homenagem ao doador de sangue

A mobilização em homenagem aos doadores de sangue continuam. No Hemonúcleo de Altamira é de 22 a 27. No Hemopa Capanema, de 25/11 a 3/12. No serviço de coleta em Tucuruí, de 22 a 26/11. No hemocentro Regional de Castanhal a ação foi aberta dia 20, com o 4º Pedal Byke, e a campanha segue até dia 27.

Para doar é simples. Os interessados precisam seguir os critérios básicos: ter entre 16 e 69 anos, (menores de idade devem estar acompanhados do responsável legal); pesar mais de 50 kg; estar em boas condições de saúde. No momento do cadastro, é obrigatório apresentar um documento de identificação oficial, original e com foto (RG, CNH), passaporte ou carteira de trabalho).

Doadores de sangue em SantarémQuem teve Covid-19 também pode voltar a doar, só precisa esperar 30 dias após a cura. Quem teve contato com pessoas que tiveram a doença deve esperar 14 dias após o último contato. Para quem recebeu a vacina Coronavac/Butantã, são 48 horas de inaptidão para doação, após cada dose. Já as demais vacinas basta esperar sete dias após cada dose.

Para mais informações: 0800-2808118/ 3110-6500.


Por Vera Rojas (HEMOPA)