Paraense participa de brasileiro de paraesgrima em cadeira de rodas

Atleta disputa medalha pela categoria B em evento realizado de 3 a 5 de dezembro, em São Paulo

03/12/2021 08h08 - Atualizada em 03/12/2021 12h56

A presença de pessoas com deficiência na prática desportiva da esgrima é uma conquista comemorada pelos paratletas. No Pará, o paratleta Elielson Souza é um praticante da modalidade e irá participar do Campeonato Brasileiro de Esgrima em Cadeiras de Rodas, que será realizado em São Paulo, entre os dias 3 a 5 de dezembro. Para a competição, Elielson conta com apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel). 

Ele conta que tudo começou com o filme “Os três mosqueteiros”, que despertou o interesse na modalidade. Elielson se encantou pela esgrima, mas precisou improvisar. E, em 2001, começou a treinar com um amigo que era atleta do basquete em cadeiras de rodas, utilizando no lugar das espadas, um cabo de vassoura. 

"Como é da missão da Seel incentivar e apoiar o esporte, estamos procurando dar visibilidade também às menos populares e é dentro desta conduta que nós estamos aqui nesse momento, incentivando um atleta do Pará em uma modalidade de esgrima. Isso é uma coisa nova, porque nenhum atleta anteriormente tinha nos procurado. Dessa forma, ficamos felizes de poder ajudá-lo”, disse Nivan Noronha, titular da Seel.

Pela categoria B, atletas com total equilíbrio sentado e braço armado normal, o esgrimista irá competir com as três armas, que são o florete, a espada e o sabre.

“Fico muito feliz com o apoio. Agora é correr atrás do objetivo. Trazer o resultado e com certeza trazer essa medalha, não importa ser o primeiro, segundo ou terceiro lugar, será um reflexo de muita fé”,  afirmou Elielson Souza. 

Texto: Bianca Rodrigues/ Ascom Seel

Por Luana Laboissiere (SECOM)