Programa Água Pará já beneficiou 128 mil famílias paraenses; inscrições seguem abertas

Contemplados recebem sua conta de água quitada. Governo paga 20 mil litros de água por mês para os clientes inscritos

11/12/2021 12h16 - Atualizada em 11/12/2021 13h38

Com a meta de beneficiar 328 mil famílias paraenses de baixa renda ou em situação de vulnerabilidade social e minimizar os efeitos causados pela pandemia do coronavírus, o Programa Água Pará, operacionalizado pela Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) e gerenciado pela Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), garante o custeio, no período de dois anos, das contas de água de famílias que registram um consumo médio mensal de até 20 metros cúbicos (20 mil litros de água), apurado com base na média dos últimos seis meses.

Cerca de 128 mil famílias já estão cadastradas, o que representa 640 mil pessoas beneficiadas. De setembro a novembro deste ano, R$ 6,5 milhões foram investidos pelo Governo do Estado no programa. A diretora de gestão de pessoas e logística da Cosanpa, Fernanda Paes, ressalta que a água significa saúde e qualidade de vida para a população.

“A Cosanpa nunca tinha tido uma ação social como essa para atender pessoas em situação de vulnerabilidade social e eu avalio essas tarifas sociais como muito importantes, porque ajudam, especialmente, em um momento de pandemia, pessoas que não tem condições de pagar uma conta de água. O valor dessas contas quitadas gira em torno de R$70, que as famílias podem economizar e garantir outros gastos, como a alimentação”, afirma a diretora.

O consumo excedente aos 20 metros cúbicos garantidos pelo programa é pago pelo consumidor. O 'Água Pará' foi aprovado em sessão pela Assembleia Legislativa do Estado do Pará, e a lei que institui o programa foi sancionada dia 23 de setembro, já o decreto que os regulamenta foi publicado em edição extra do Diário Oficial do Estado do dia 28 de setembro de 2021.

COMO PARTICIPAR DO PROGRAMA ÀGUA PARÁ

É necessário ter inscrição no CadÚnico e o registro da conta de água com a mesma titularidade de CPF. Para as famílias que têm registro no CadÚnico, são clientes da Cosanpa ou querem ser clientes da Companhia, basta comparecer até um dos polos com os seguintes documentos: originais e cópias do RG e CPF, uma conta da Cosanpa (se já for cliente), comprovante de residência, cartão do programa Bolsa Família ou resumo do CadÚnico.

A relação de beneficiários contemplados está disponível aqui.

PÓLOS DA COSANPA PARA INSCRIÇÃOu

  • Outeiro (Av. Paulo Costa (em frente ao supermercado Preço Baixo)
  • Icoaraci (Av. Lopo de Castro, 613)
  • Jurunas (Porto do açaí, Av. Bernardo Sayão  (sala nos altos) e Rua dos Caripunas, 378 (entre Breves e Bernardo Sayão)M
  • Mosqueiro (Centro Comunitário MAC (Atrás da unidade básica de saúde)
  • Cremação (Rua Eng. Fernando Guilhon, 3014 (entre 3 de Maio e 14 de Abril eTv 14 de Abril, 2520 ( entre Pariquis e Caripunas)
  • Guamá (Instituto Altair Brandão- Av José Bonifácio,2626 (entre Paulo Cícero e Serrão de Castro)
  • Parque Verde (Pass. Sargento Getúlio, Al. 5, casa 8 (próximo a escola Floresta Fernandes)
  • Condor (Associação Amigos do Ribeirinho-Tv Padre Eutíquio (entre Alcindo Cacela e Bernardo Sayão)
  • Telégrafo (Anexo da Igreja do Perpétuo Socorro, Av Arthur Bernardes)
  • Marambaia (Igreja Batista Bíblica, Pass. Iracema, 200 e Tv Pedro Álvares Cabral n° 1221)
  • - Barreiro (Pass. Cajú, igreja Santo Antônio)
  • Fátima (Instituto Farahzinhos. 14 de Abril, 813 (entre José Malcher e Boaventura e Av. Duque de Caxias/ Vila Rosa n°39 - entre Tv Chaco e Curuzú)
  • Sacramenta (Igreja São Sebastião- Av Senador Lemos,3880 e Rua Cláudio Bordalo, 303 (próximo à Escola Ester Bandeira)
  • Canudos (Av Segunda de Queluz entre Av Ceará e Av Cipriano Santos)
  • Mangueirão (Novo Horizonte, 125.)
  • Pedreira (Av Marques de Herval,842)
  • Terra Firme (Pass Maria, 13 (entre 2 de Junho e Celso Malcher)
Por Giovanna Abreu (SECOM)