Estado garante água de qualidade para mais de 42 mil moradores de Viseu

Governador Helder Barbalho assinou neste domingo (26) duas importantes Ordens de Serviço que irão ampliar abastecimento no nordeste do Pará

26/12/2021 12h26 - Atualizada em 26/12/2021 13h45

 

Ampliando o acesso à água de qualidade na cidade de Viseu e no distrito de Fernandes Belo, no nordeste paraense, o governador Helder Barbalho assinou neste domingo (26) duas importantes Ordens de Serviço que irão garantir abastecimento para mais de 42 mil pessoas. 

"Hoje estamos investindo mais de 10 milhões de reais para levar abastecimento de água para melhorar o atendimento à população. Os serviços serão realizados tanto em Viseu quanto no distrito de Fernandes Belo. A água é vida, é saúde, e a ação faz parte de um pacote de ações de saneamento que estamos desenvolvendo em todo o Pará", afirmou Helder Barbalho.

O primeiro documento assinado foi a Ordem de Serviço que autoriza o início das obras de ampliação da rede de abastecimento do sistema de água de Viseu. O investimento para execução do serviço é superior a 4 milhões de reais oriundos do Tesouro Estadual. O recurso utilizado para melhorar o abastecimento vai beneficiar cerca de 35 mil habitantes que residem no centro do município, de acordo com a Companhia de Saneamento do Estado do Pará (Cosanpa).

"A previsão de início das obras é agora em janeiro de 2022. O Governo do Estado e a Cosanpa estão trabalhando muito para melhorar a prestação do serviço de abastecimento de água dos moradores do Pará", destacou Fernanda Paes, presidente em exercício da Cosanpa.

O segundo documento assinado vai garantir a construção de um sistema de abastecimento de água para o distrito de Fernandes Belo. A iniciativa vai garantir água para mais 7.600 pessoas. O investimento do Governo do Estado é de mais de 6 milhões de reais, advindos do Tesouro Estadual. 

Segundo o prefeito de Viseu, Isaías Neto, a cidade nunca recebeu tantos investimentos desse tipo, por parte do governo estadual. "A cidade de Viseu comemora o dia de hoje. Nós nunca recebemos tantas ações e investimento de uma única vez para melhorar nosso abastecimento de água. Com essa ação, estamos dando resposta a um dos principais gargalos sociais", frisou.

Por Ronan Frias (COHAB)