Fiscalização do Detran ganha reforço de ambulâncias e equipamentos de segurança

28/12/2021 17h44 - Atualizada em 28/12/2021 18h17

O trabalho de fiscalização Departamento de Trânsito do Estado (Detran) ganhou reforço importante e inédito na missão de salvaguardar a vida no trânsito. O Governo do Estado entregou na tarde desta terça-feira (28) duas ambulâncias que serão utilizadas no resgate de vítimas de acidentes de trânsito. 
Adquiridas por meio de convênio com a Polícia Militar,  as ambulâncias representam um sonho antigo dos agentes de fiscalização de poder atuar com mais celeridade no socorro aos acidentados. "Queremos usar esses equipamentos para chegar mais rápido, pois em caso de acidente quanto mais rápido se presta o socorro à vítima, mais chances ela terá de sobreviver", explica o diretor técnico-operacional do Detran, Bento Gouveia. 

Segundo ele, inicialmente será feito um projeto piloto de uso das ambulâncias para atendimento nas rodovias PA-391 (Belém-Mosqueiro), PA-124 e 444, em Salinópolis, e na rodovia Alça Viária. Gouveia explica ainda que a utilização das ambulâncias pelo órgão  estadual de trânsito coaduna com as diretrizes do artigo 21 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), quanto ao patrulhamento da via e implementação de medidas planejadas de proteção à vida em casos de sinistros de trânsito. 

O Detran está definindo os próximos passos para a contratação célere de uma equipe de saúde de socorristas, incluindo enfermeiros e paramédicos. 

Além das ambulâncias, o governo do Estado também entregou ao Detran quatro drones, 200 cones e 40 supercones, que serão utilizados nas operações de fiscalização viária do órgão. Os equipamentos de segurança auxiliam o trabalho dos agentes nas operações que necessitam organizar e redirecionar o fluxo de veículos nas rodovias estaduais.

Durante a entrega o governador Helder Barbalho destacou os investimentos da atual gestão na área da segurança pública. "Esses equipamentos vão garantir mais estrutura a esses órgãos de segurança para que eles possam servir melhor à proteção da população do Pará", destacou.

Por Governo do Pará (SECOM)